Colégio Web

A guerra de 1939 a 1945

Publicidade

3. A guerra de 1939 a 1945 

O Inicio da Guerra

No dia 1° de setembro de 1939, a Alemanha invadiu e ocupou a cidade de Dantzig (hoje Gdansk). A investida alemã foi fulminante (guerra relâmpago – Blitzkrieg). Esta invasão provocou a entrada da França e da Inglaterra no conflito. Varsóvia resistiu heroicamente, mas capitulou. Os alemães chegaram à Dinamarca e ao litoral da Noruega. A União Soviética invadia o leste da Polônia e incorporava as chamadas regiões bálticas (Lituânia, Letônia e Estônia).

Pacto de não-Agressão

Joseph Stalin, a fim de garantir maior segurança para território soviético, assinou com os alemães um acordo de não-agressão, ganhando, assim, tempo para se organizar militarmente. Esse acordo garantiria uma divisão da Polônia.

A Resistência Inglesa

Winston Churchill concentrava seu programa na “vitória a todo custo”. Londres foi bombardeada. A Inglaterra resistia. A Real Força Aérea (RAF) teve papel destacado nos contra-ataques. A resistência britânica obrigou a Alemanha, sob o comando de Adolf Hitler, a suspender a Operação Leão do Mar.

Entrada dos Estados Unidos

Os norte-americanos, mais uma vez, tinham enormes investimentos com a Inglaterra e com a França, seus amigos aliados de guerra. Para garantir o recebimento, teriam que entrar diretamente no conflito. Os norte-americanos tinham pretensão hegemômica na região do Pacífico, também disputada pelos japoneses. No dia 7 de dezembro de 1941, de surpresa, os japoneses, interessados no domínio asiático, atacaram a esquadra americana ancorada em Pearl Harbour, na Ilha do Hawai. Assim, teve início a “Guerra do Pacifico”. Em 1945, no mês de agosto, foram lançadas bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagazaki. No dia 15 de agosto, o Japão rendeu-se. 

Início da Decadência Alemã 

Os alemães, quebrando o acordo de não-agressão, invadiram a União Soviética, mas foram derrotados na batalha de Stalingrado. O exército alemão foi cercado por forças soviéticas. No início de 1943, os alemães renderam-se e reconheceram a superioridade soviética. Além disso, o “General Inverno”, mais uma vez na história soviética fragilizou o inimigo. Foi a primeira derrota da Alemanha na Europa.

Participação do Brasil

No dia 22 de agosto de 1942, em virtude do afundamento de navios brasileiros por submarinos alemães e italianos, o Brasil declarou guerra aos países agressores. Em 1944, para a Itália foram enviados 25.334 homens, componentes da FEB, sob o comando do general Mascarenhas de Morais. Destacaram-se os brasileiros nas batalhas de Monte Castelo, de Montese e de Fornovo. 

O Dia “D” 

No dia 6 de junho de 1944, as forças aliadas, comandadas pela Inglaterra e pelos Estados Unidos, tendo à frente o general norte-americano Eisenhower, desembarcaram na região da Normandia, no norte da França. Em 25 de agosto daquele ano, as tropas aliadas entraram em Paris, libertando a França do jugo alemão. O fim da Alemanha e o término da guerra era uma questão de tempo. 

O Fim da Guerra

Com o desembarque dos aliados no Norte da África, na Itália, na Normandia, e com a derrota dos alemães na Rússia e a rendição da Itália, a Alemanha capitulou. O armistício foi firmado no dia 7 de maio de 1945. Assim, termina a guerra na Europa, pois no Pacífico, o Japão continuava resistindo. Nos dias 6 e 9 de agosto, os Estados Unidos lançaram duas bombas atômicas (Hiroshima e Nagasaki respectivamente). Depois deste episódio, o Japão assina sua rendição.

As Conseqüências da Guerra:

a) Divisão do mundo em dois blocos: socialista e capitalista.

b) Divisão da Alemanha.

c) Decadência dos regimes totalitários.

d) Processo de descolonização das colônias afro-asiáticas.

e) Grande número de mortos.

f) Emprego de armas atômicas.

g) Criação da Organização das Nações Unidas (ONU).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados