Colégio Web

Quais os riscos da automedicação?

Publicidade

Com a grande quantidade de propagandas sobre medicamentos que é feita nos dias de hoje, fazer uso da prática da automedicação tem se tornado algo tão corriqueiro e comum que a maior parte das pessoas acaba por se esquecer de como esta prática pode ser perigosa à nossa saúde.

Por isso, neste artigo, nós vamos procurar mostrar de modo bem claro quais são todos os principais riscos da automedicação, para que você possa descobrir exatamente tudo de ruim que tomar remédios por conta própria pode fazer para você. Preste muita atenção!

Uma prática irresponsável

Quais os riscos da automedicação

Pouca gente sabe disto, mas o Brasil é simplesmente um dos países campeões na prática da automedicação, e esta prática irresponsável pode ser a causadora de uma série de problemas de saúde dentro da população brasileira.

No Brasil, muitos medicamentos que causam vício, por exemplo, são vendidos sem receita médica, de modo simples e, em alguns casos, até pela internet ou pelo telefone, sem ter de sair de casa para isto!

Intoxicação

Um dos problemas causados pela automedicação é a intoxicação, que pode causar problemas sérios à pessoa, levando, em casos mais extremos, ao óbito por conta da ingestão irresponsável de medicamentos por conta própria.

Ou seja, na ânsia de tentar aplacar os sintomas de uma determinada doença, por exemplo, a pessoa toma um remédio por conta própria, e acaba causando um problema ainda maior do que o problema original.

O uso indiscriminado de antibióticos

automedicação

De todos os medicamentos que a prática da automedicação nos apresenta, sem sombra de dúvidas, o que mais problemas podem causar aos seres humanos como um todo é o antibiótico.

Antibióticos são ingeridos por pessoas de todos os cantos do mundo, e no Brasil, eles eram consumidos de modo insano por pessoas de todas as idades para os mais variados fins.

Com isto, as bactérias e os vírus acabam se adaptando, já que nosso organismo se acostuma com a presença de determinados antibióticos, que passam a não fazer mais efeito dentro do longo prazo.

E de um modo geral, o uso indiscriminado de antibióticos pode acarretar no surgimento de superbactérias, que são capazes de enfrentar qualquer tipo de antibiótico, causando pandemias generalizadas num futuro mais alarmente.

Para evitar este tipo de cenário, no Brasil, recentemente, medidas foram tomadas para reduzir o uso de antibióticos por parte das pessoas, e agora, eles são vendidos somente mediante a apresentação da receita médica.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados