Colégio Web

Micose: sintomas e tratamento

Micoses são infecções causadas por fungos que podem atingir qualquer parte do corpo, mas principalmente, os pés, as unhas e os cabelos. Saiba mais!

Publicidade

Micoses são infecções causadas por fungos que podem atingir qualquer parte do corpo, mas principalmente, os pés, as unhas e os cabelos. Esses fungos são organismos bastante resistentes que vivem em qualquer lugar e desenvolvem-se facilmente em ambientes quentes e úmidos.

O tipo de micose mais comum no mundo é o conhecido como “pé de atleta”, a famosa frieira, que é transmitida, em geral, ao andar descalço em locais quentes e úmidos como vestiários públicos, saunas e piscinas.

Outro fator de risco é o uso frequente de sapatos fechados para atividades esportivas. O fungo encontra nesses calçados o ambiente ideal para se desenvolver, e, por isso, o nome “pé de atleta”. O uso de tecidos sintéticos também favorece a proliferação do fungo, uma vez que prejudica a ventilação e favorece a sudorese.

A transmissão direta de micose de unha não é tão comum, mas a pessoa infectada pode passar para o ambiente e facilitar a infecção em outras pessoas.

Instrumentos de manicure também servem de transmissores dos fungos caso estejam contaminados. Por isso, é importante manter os instrumentos sempre limpos e esterilizados e recomenda-se não os compartilhar.

Quais os sintomas da micose?

Os sintomas mais comuns são coceira, vermelhidão e descamação da pele. Em casos mais graves, o mau cheiro dos pés também pode indicar a infecção.

A forma inflamatória da doença é menos comum e caracteriza-se pela presença de bolhas avermelhadas e doloridas. Nesses casos, as lesões podem causar o surgimento de outras doenças associadas como infecções bacterianas.

No caso de infecção na unha, os sintomas da micose são, em geral, espessamento e mudança de coloração. A unha pode ficar mais frágil e quebradiça, e até mesmo descolar-se da pele do dedo.

Micose

Fatores de risco

  • Uso de roupas e calçados de material sintético que não permitem a ventilação e aumentam a sudorese, criando um ambiente úmido e quente;
  • Pele úmida, sobretudo entre os dedos dos pés, das mãos e virilha;
  • Transpiração excessiva;
  • Baixa imunidade, o que impede o corpo de combater os fungos;
  • Andar descalço em ambientes úmidos como vestiários e saunas;
  • Compartilhar meias e sapatos com outras pessoas;
  • Uso prolongado de sapatos fechados;
  • Compartilhar instrumentos de manicure.

Tratamento

Micose

O tratamento para combater a micose é bastante simples e eficiente. É feito com pomadas antifúngicas, e muitas delas nem precisam de prescrição médica. As pomadas com terbifarina ou naftifina são as que apresentam melhores resultados.

Outras opções incluem compostos como cetoconazol, miconazol, dotrimazol e butenafina. Aplicando a pomada diariamente, os sintomas desaparecem em cerca de quatro semanas. Normalmente, as micoses de unha exigem um pouco mais de tempo para desaparecem por completo.

Em casos de maior resistência do fungo, os antifúngicos podem ser tomados via oral. Os remédios, para esses casos, são a terbinafina, itraconazol e o fluconazol. O tratamento dura entre 1 a 6 semanas, dependendo do caso e da medicação.

Algumas dicas para prevenir

  • Usar roupas e meias de algodão;
  • Manter os ambientes limpos e secos;
  • Secar a pele após o banho, piscina, praia, ou quaisquer outras atividades que deixem a pele úmida, com especial atenção para regiões de dobras como virilha e entre os dedos;
  • Sempre que tiver alguma suspeita de micose, procure o médico para diagnosticá-la e tratá-la corretamente;
  • Existem outras doenças de pele que têm sintomas semelhantes ao das micoses. Por isso, é sempre necessário consultar um médico para que as micoses sejam corretamente diagnosticadas e tratadas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados