Colégio Web

Doenças mais comuns na Primavera

Na primavera existem algumas doenças muito comuns e que aparecem principalmente em crianças em idade escolar e adolescentes? As principais e mais comuns são: Catapora, Roséola, Escarlatina e Eritema Infeccioso. Conheça a causa de cada uma delas, os sintomas e o tratamento.

Publicidade

Catapora

A Catapora é uma doença viral, causada pelo Herpesvirus varicellae que é encontrada principalmente em crianças e poucas em adultos e adolescentes.

Os principais sintomas desse vírus são: dor de cabeça, febre, cansaço e perda de apetite. A catapora é caracterizada pelo aparecimento de bolhas avermelhadas (ou feridas) na pele, principalmente no rosto, tronco que depois de um tempo evoluem para bolhas com líquido cerca de 5 (cinco) dias.

Catapora

Tratamento

Se alguma criança está com catapora, a primeira coisa que deve ser feita é a higienização das mãos, unhas e depois levá-las ao médico para que se tenha um diagnóstico preciso da doença. As grávidas, e os pacientes que estão em fase de tratamentos como a AIDS e Câncer devem ficar alerta para não contrair a doença.

Se contrair, é necessário fazer repouso absoluto por uma semana para evitar que outras pessoas a contraiam.

Existe uma vacina para a prevenção da catapora criada em 1995 sendo a única e mais eficaz forma de prevenção.

Roséola

A Roséola é uma doença muito comum na fase da infância, entre 0 e 1 ano de idade. Ela começa com uma febre alta sem qualquer outro sintoma, e é causada por um vírus o herpes humano tipo 6 (HVH-6) e 7 (HVH-7) transmitida através da saliva.

Os sintomas são:

Febre alta, entre os 38,3º e 42,2º entre três ou quatro dias.

Coriza: Nariz escorrendo, tosse, leve diarréia, falta de apetite e de energia.

Pele manchada, erupção no tronco e se espalha na direção do pescoço e das extremidades e podem desaparecer em algumas horas ou em três dias.

Roséola

Tratamento

Não existe um tratamento eficaz para essa doença, mas existem algumas estratégias para aliviar os sintomas. Quando a criança tiver com febre dê bastante líquido a ela, e se a febre estiver um pouco alta, a medique com os remédios recomendados pelo seu medico.

Escarlatina

A escarlatina, outra doença muito comum na primavera é infectocontagiosa aguda provocada pela bactéria Estreptococo beta hemolítico do grupo A, comum em crianças na idade escolar.

Essa bactéria é a mesma que causa outros tipos de doença como a pneumonia, artrite, amidalite, endocardite e outras infecções. Os principais sintomas são:

  • Febre alta
  • Dor na garganta
  • Erupção Cutânea (manchas vermelhas)
  • Mal-estar
  • Dor de cabeça, no corpo e dor de barriga
  • Náuseas e vômito

Escarlatina

Tratamento

A melhor forma de tratamento é evitar o contato direto com pessoas infectadas. E o medicamento indicado é a Penicilina, pacientes alérgicos podem recorrer a outros medicamentos como antibióticos (eritromicina), além de analgésicos e antitérmicos para alivio dos sintomas.

E, o período de repouso deve ser de 1 (um) a 10 (dez) dias. Mas, lembre-se a primeira coisa antes de começar a tomar qualquer tipo de medicamento sozinho é consultar sempre um médico especialista.

Eritema Infeccioso

O Eritema Infeccioso, quinta doença ou megaloeritema epidêmico é uma doença infecciosa causada pelo parvovírus B19, mais comum nas crianças e adolescentes. Esse vírus é transmitido pelo contato com pessoas infectadas através das secreções respiratórias ou de mãe para filho durante a gestação.

Os principais sintomas da doença são:

  • Febre baixa
  • Dor de cabeça
  • Dor no corpo
  • Mal-estar
  • Coceira
  • Palidez ao redor da boca
  • Manchas em forma de maculopápulas (bochecha vermelha)

Eritema Infeccioso

Tratamento

Como em todas as doenças causadas por vírus, o tratamento inclui repouso e analgésicos, antitérmicos e anti-histamínicos para alívio dos sintomas.

Recomendações

  • Não existe vacina contra o eritema infeccioso. Por isso, especialmente mulheres grávidas e pessoas debilitadas devem evitar o contato com os doentes;
  • Crianças devem permanecer em casa nos primeiros dias da infecção. Depois, podem voltar ao convívio social, mesmo que as manchas da pele não tenham desaparecido completamente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados