Colégio Web

Associação Mista

Publicidade

Aplicações

01. Entre os terminais A e B da figura, aplica-se uma ddp de 120V. Determine:

a) a resistência equivalente da associação;

b) a intensidade da corrente em cada resistor;

c) a intensidade da corrente total da associação.
 
 

Solução:
a) Os pontos A e D estão em curto-circuito

(estão ligados por fios de resistência desprezível). Portanto, são pontos coincidentes (A º D). O mesmo ocorre com os pontos B e C (B º C). Em vista disso, efetuamos uma mudança na associação dada, fixando-se os pontos A e D como terminal de entrada da corrente e B e C como terminal de saída da corrente. Então: 
 
Cálculo da resistência equivalente: 
  

b) Sendo uma associação em paralelo, a ddp é comum. Portanto:

120 = 20 . i1 i1 = 6A

120 = 30 . i2 i2 = 4A

120 = 6 . i3 i3 = 20A

c) i = i1 + i2 + i3 i = 6 + 4 + 20 i = 30A

02. No esquema representado, um fusível em F suporta uma corrente máxima de 5A. A lâmpada submetida a 110V consome 330W. Que resistência mínima se pode ligar em paralelo com a lâmpada, sem queimar o fusível?

A corrente que percorre a lâmpada é calculada pela fórmula da potência:

P = UAB . i1 330 = 110 . i1 i1 = 3A

Sem queimar o fusível, o circuito suporta uma corrente de, no máximo, 5A, sendo:

i = i1 + i2 5 = 3 + i2 i2 = 2A

Aplicando a 1.ª lei de Ohm em R:

UAB = R . i2 110 = R.2 R = 55

ASSOCIAÇÃO MISTA

É aquela na qual encontramos, ao mesmo tempo, resistores associados em série e em paralelo.

A determinação do resistor equivalente final é feita a partir da substituição de cada uma das associações, em série ou em paralelo, que compõem o circuito pela respectiva resistência equivalente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados