Colégio Web

O que é a química nuclear?

Publicidade

A química nuclear é uma das áreas da química que lida com materiais específicos, utilizados para fins nucleares. A manipulação desses materiais dá origem às reações nucleares, como por exemplo as bombas atômicas que explodiram na Segunda Guerra Mundial, num dos ataques nucleares mais conhecidos da história da humanidade.

Ataques nucleares envolvem contaminações e grandes desastres, mas a química nuclear não tem como único objetivo prejudicar o homem. Entre os benefícios gerados pela utilização de produtos baseados nessa química, estão energias alternativas para poupar o uso de hidrelétricas, aplicações na medicina nos estudos de doenças diversas, influências na agronomia, utilização no trabalho em várias indústrias, entre outros.

Quimica Nuclear

A Química Nuclear, como indica o nome, se baseia no conteúdo presente no núcleo dos átomos, estudando as forças que mantêm unidas as suas partículas subatômicas. A energia nuclear é liberada sob a forma de calor e energia eletromagnética, expressando sua intensidade pelas reações e explosões nucleares.

O estudo da química nuclear nos permite chegar mais perto da cura e do tratamento de doenças, como os tumores cancerosos. A radioatividade é estudada pela indústria, sendo um fenômeno natural ou artificial proveniente da energia nuclear, que é de grande influência na medicina em tratamentos como a radioterapia.

O urânio, o rádio e o tório são exemplos de substâncias que influenciam na radiação. O estudo da química nuclear permite a nós a chance de manipular e explorar a radioatividade desses elementos e de muitos outros, fornecendo meios seguros de entender suas potencialidades para descobrir como aplica-las no nosso meio sem a preocupação com efeitos colaterais.

Bomba Nuclear

A partir da química nuclear, podemos estudar como essas substâncias podem ser aplicados no meio em que vivemos sem gerar resíduos radioativos ou quaisquer outros elementos poluentes que acabem pondo em risco a segurança e a vida humana. Resíduos nucleares podem ser reaproveitados para diversas finalidades, com o reprocessamento dos mesmos de forma delicada, respeitando aspectos éticos e ambientais.

O estudo dos átomos, da transmutação de seus elementos e das diversas possibilidades e riscos que eles proporcionam, é essencial para buscarmos alternativas para diversas doenças e problemas relacionados ao uso de elementos nucleares, como a opção de adotar a energia nuclear em larga escala. A química nuclear analisa probabilidades, presta atenção na estabilidade dos átomos e testa suas condições para estudar possíveis alternativas para problemas humanos, portanto, essa área é essencial para protegermos a nós mesmos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados