Colégio Web

O ácido ribonucléico (ARN ou RNA)

Publicidade

 

O ácido ribonucléico (ARN ou RNA)
A composição química do RNA 
O ARN é o ácido ribonucléico, constituído pela pentose ribose, o ácido fosfórico e as bases citosina, uracila (esta ausente do ADN), adenina e guanina. Compõe-se de uma só cadeia helicoidal e apresenta três classes, cada uma das quais cumpre uma função específica na célula: o chamado ARN mensageiro (ARNm), sintetizado pela ação de diversas enzimas a partir de um filamento de ADN que lhe serve de guia, no processo conhecido como transcrição; o ARN ribossômico, componente essencial, junto com as proteínas, dos orgânulos celulares chamados ribossomas; e o ARN de transferência, que translada os diversos aminoácidos (unidades estruturais das proteínas) até onde se está sintetizando uma molécula protéica, sob a direção de um ARNm, e os insere no ponto exato para obter a seqüência exata, no processo denominado tradução. 

Estrutura do RNA

Em relação ao DNA, 4 diferenças são importantes: 

*O RNA possui uracila no lugar da timina na seqüência de bases. 

*A pentose do RNA é a ribose.

*O RNA é formado por uma fita única, com eventual pareamento de bases intracadeia. A molécula do RNA é muito menor que a do DNA. 

 

Os tipos de RNA 

Existem 3 tipos de RNA, cada um com características estruturais e funcionais próprias:

RNA Ribossômico (RNAr)

É encontrado, em associação com várias proteínas diferentes, na estrutura dos ribossomos, as organelas responsáveis pela síntese protéica Corresponde a até 80% do total de RNA da célula.
RNA de Transferência (RNAt)  Ou RNA Transportador, ou ainda RNAt; 

É a menor molécula dos 3 tipos de RNA; Está ligado de forma específica a cada um dos 20 aminoácidos encontrados nas proteínas.

Corresponde a 15% do RNA total da célula.

Fazem extenso pareamento de bases intracadeia, e atua no posicionamento dos aminoácidos na seqüência prevista pelo código genético, no momento da síntese protéica. 
RNA Mensageiro (RNAm)
Corresponde a apenas 5% do total de RNA da célula.

Atua transportando a informação genética do núcleo da célula eucariótica ao citosol, onde ocorrerá a biossíntese protéica.
É utilizado como molde nesta biossíntese. 

A síntese do RNA 

A síntese de uma molécula de RNA a partir de um molde de DNA chama-se "TRANSCRIÇÃO". 

Este processo ocorre no núcleo, as fitas de hidrogênio são divididas formando duas cadeias de DNA. Uma dessas partes da cadeia serve de molde e possibilita a formação de uma nova cadeia com nucleotídeos do RNA. Depois de formada, a cadeia de RNA se distingue da cadeia de DNA que regressa a sua forma original, com duas hélices. 

Nesta transcrição, modificações podem ocorrer sobre a molécula de RNA transcrita, convertendo-a de uma cópia fiel em uma cópia funcional do DNA.
É indispensável a assistência da enzima RNA-polimerase neste processo. 

Localização do RNA na célula 
RNAr – é formado no nucléolo e se desloca para o citoplasma. 

RNAm – se desloca do cromossomo para o ribossomo. 

RNAt – está presente no hialoplasma 

As funções do RNA 

RNAr – participa da constituição dos ribossomos, organóides celulares, nas quais os aminoácidos se encadeiam formando proteínas. 

RNAt – transporta os aminoácidos que estão no hialoplasma para onde estão sendo sintetizadas as proteínas. 

RNAm – transmite a seqüência dos aminoácidos para os ribossomos. 

As principais diferenças entre ácidos nucléicos:

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados