Colégio Web

Nucleotídeos e co-enzimas

Publicidade

 

Nucleotídeos e co-enzimas

Há alguns nucleotídeos que não fazem parte dos ácidos nucléicos, mas, porém são muito importantes para as células. São eles: ATP, NAD, NADP, FAD.

A estrutura do ATP 
O ATP (trifosfato de adenosina) é um nucleotídeo constituído por uma adenina, uma ribose e três moléculas de fosfatos. É uma dos mais importantes fontes de energia para os seres vivos. 
A função do ATP 
A função do ATP é transportar as energias dos processos que as liberam nas atividades que precisam de energia. 

Quando a energia é liberada dos alimentos e fosfatos o ADP passa a ser ATP, e este ciclo é incessante. 

A produção de ATP São conhecidas duas formas de produção de ATP. A primeira é a fosforilação oxidativa que é produzida nos mitocôndrios pela respiração celular. E a outra forma é a fosforilação fotossintética que ocorre nos cloroplastos no momento da fotossíntese. 
Origem e Ação do ATP 

NAD, NADP, FAD 
Os nucleotídeos NAD, NADP, FAD agem em processos essenciais da célula, bem como a respiração e a fotossíntese. 
NAD – nicotina-adenina-dinucleotídeo, é uma coenzima que atua no processo de oxidação. Fundamenta-se em nicotinamida, ribose e fosfato que fazem ligação com o adenina-nucleotídeo. 

NADP – nicotinamida-adenina-dinucleotídeo-fosfato, é uma coenzima que tem uma ligação direta com a NAD, mas tem um conjunto de fosfato ligado á ribose do adenina-nucleotídeo, está presente nas vias biossintéticas. 
FAD – flavina-adenina-dinucleotídeo, é uma coenzima que se fundamenta em riboflavina e fosfato agregados á um adenina-nucleotídeo. 
O trabalho destes nucleotídeos se resume em transportar hidrogênio, que recebem das enzimas desidrogenases. 
Ao receberem o hidrogênio, estes nucleotídeos, que estão na forma oxidada, passam para a forma reduzida. E voltam para a forma oxidada quando perdem o hidrogênio.

Veja:
FAD Forma oxidada

FADH2 Forma Oxidada 

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados