Colégio Web

Entendendo melhor os juros no dia-a-dia

Publicidade

Talvez um dos maiores problemas da escola seja o fato de ensinarem diversas coisas, mas não mostrarem o benefício disso no dia-a-dia para os alunos. Todos gostam de ver utilidade naquilo que aprendem. Elas já têm que perder horas de diversão para ficarem sentadas em cadeiras desconfortáveis ouvindo professor falar “grego”, logo, já há má vontade inerente no ambiente escolar.

Em matemática, esta falta de explicação fica ainda mais acentuada. Nenhuma professora mostra o que cada componente de uma fórmula faz para estarem naquele espaço, por exemplo. Além disso, poucas vezes explicam para o que serve aquela conta. Qual a lógica de explicar como usar, mas não dizer a razão?

Neste artigo mostraremos um pouco dos juros no dia-a-dia. Não falaremos de fórmula nenhuma, apenas do conceito e da utilidade deste grande artifício da matemática. Pronto para entender onde estão os juros na nossa vida?

Juros: a salvação ou a derrocada

juros

Na vida, temos que sempre guardar um dinheirinho para períodos onde situações inoportunas batam em nossas portas e peçam uma boa parte do nosso salário, bem como para aproveitar as chances de comprar produtos em promoção.

Logo, separamos um valor e poupamos. Colocando debaixo do colchão, o valor colocado será o mesmo daqui 1 ano. No entanto, se colocarmos em uma Poupança, no final de um ano, por exemplo, o valor está alterado! A quantia será maior.

O contrário também acontece. Se pedirmos empréstimos no Banco, no final de um ano, o valor a ser pago será maior! Não será mais o mesmo de quando você pegou emprestado. Por quê? Por causa dos juros. Em ambos os casos, ele agiu, mas em uma delas foi positivamente e outra, negativamente.

Os Juros ao seu favor

Graças aos juros, todos podem ficar milionários. Todos mesmo! Quem consegue poupar 400 reais por mês durante 32 anos arrecada pouco menos de 200 mil reais, certo? No entanto, com juros positivo, ao seu favor, de 10% ao ano, este valor quintuplicará e se tornará 1 milhão de reais!

Os juros são sempre retratados em porcentagem, dividindo-se em juros simples e compostos. Os juros simples atuam sobre o primeiro valor, enquanto os compostos, sobre cada valor atualizado. Por exemplo, se você colocar 100 reais agora, os juros simples darão 10 reais por mês, caso ele seja de 10%. Agora, se for juros compostos, no primeiro mês será 10 reais; no segundo mês, 11 reais (10% de 110); no terceiro mês, 12 reais e 10 centavos (10% de 121); e por aí vai.

Juros contra você

Do mesmo jeito que ele pode te ajudar, pode te prejudicar também. Se você pediu 10 mil reais emprestado, é bom que paga logo antes que a quantia vire uma verdadeira bola de neve. Os juros compostos vão aumentar este valor exponencialmente ao longo dos meses, saindo do seu controle.

Tome muito cuidado ao fazer cheque especial, gastar mais dinheiro no cartão de crédito do que pode pagar ou pedir dinheiro parar comprar um carro. Tudo tem que ser muito bem planejado para não criar um rombo financeiro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados