Colégio Web

Literatura Japonesa – Origem, História e Atualidade

Com uma História que conta quase 2 mil anos, a literatura japonesa teve, durante muito tempo, a influência de sua vizinha, a China. Confira mais detalhes!

Publicidade

Com uma História que conta quase 2 mil anos, a literatura japonesa teve, durante muito tempo, a influência de sua vizinha, a China. Essa influência durou até o período Edo, quando os portos japoneses passaram a receber também viajantes e comerciantes ocidentais. Com essa abertura dos portos, o Japão e a sua literatura começaram a sofrer também forte influência ocidental.

Com há muitos estilos envolvidos nesse desenvolvimento de quase 2 mil anos, é possível destacar autores importantes em praticamente todos os períodos da literatura japonesa.

Do período chamado clássico, destacam-se Sei Shonagon, que é o autor da famosa obra “Makura no sôshi” e Murasaki Shikibu, autor da famosa “Genji Monogatan”, ou “A Lenda de Genji”. Essa obra é considerada a mais importante e representativa do período clássico japonês.

Do período conhecido como medieval, o autor mais lembrado é Heike Monogatari. Nesse período, devido à influência do chamado budismo Zen, as obras se pautam em personagens mais ligados às questões meditativas e ascéticas. Outra temática importante do período é a guerra, muito por conta de ser durante esse período que se formaram classes guerreiras e diversos conflitos entre clãs rivais começaram a eclodir no Japão.

Do período chamado de pré-moderno, ao menos três autores merecem destaque. São eles Matsuô Bashô, Chikamatsu Monzaemon e Ueda Akinari. Por se tratar de um período de relativa paz, os temas das obras literárias da época retratam mais o drama.

Literatura Japonesa

O período seguinte é conhecido como moderno, e tem como maiores expoentes Kanagaki Robunis, Tokai Sanshi, Tsubuochi Shoyo, Yasunari Kawabata (Nobel de Literatura em 1968) e Kenzaburo Oé (Nobel de Literatura de 1994). É nesse período que a literatura japonesa começa a ser influenciada de maneira mais decisiva pela literatura ocidental. Isso começa a se fazer presente nas temáticas exploradas, que fogem um pouco, ou muitas vezes muito, das temáticas tradicionalmente exploradas pelos escritores da chamada “terra do sol nascente”.

É no período moderno que surge também uma nova forma de poesia, mas parecida com o modelo ocidental. Esse movimento ganhou força no final do século XIX e se mantém forte até os dias de hoje. Um de seus maiores representantes é o poeta Masaoka Shiki.

A literatura japonesa, em seus quase 2 mil anos de História desenvolveu uma série de estilos diferentes, que se traduzem nas mais diversas formas literárias. As mais relevantes são a narrativa, o romance, a epopeia (muito presente no período medieval), a comédia, as memórias a poesia (que atualmente recebe forte influência ocidental) e o romance moderno (que como o próprio nome diz, é um estilo mais recente, também com forte influência da literatura ocidental).

A literatura japonesa tem se mostrado muito forte nos tempos atuais, tendo ganhado dois prêmios Nobel de literatura na última metade do século XX. Atualmente o estilo literário do país oriental é muito apreciado pelos críticos e seus escritores gozam de certo prestigio internacional, o que torna a literatura japonesa uma leitura obrigatória para quem busca ampliar os horizontes literários em busca de novos e diferentes estilos.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados