Colégio Web

Lendas do Folclore que todos deveriam ler!

Folclores são partes integrantes do dia a dia das crianças. Todos os brasileiros conhecem pelo menos uma história! Confira mais 3 contos folclóricos!

Publicidade

Folclores são partes integrantes do dia a dia das crianças. Todos os brasileiros conhecem pelo menos uma história! Então, agora você terá a chance de conhecer mais 3 folclores para lá de marcantes e divertidos. Confira!

Vitória-régia

Reza a lenda que houve um tempo em que as índias acreditavam que a lua poderia transformá-las em estrelas, se fossem guiadas por sua luz.

Assim não foi diferente com uma jovem índia que acreditava e desejava ser transformada em estrela e também poder pegar a lua. A índia subia os morros mais altos tentando alcançá-la, mas sempre era inútil.

Vitória Régia

Embora todo o esforço feito por ela, seus braços estendidos para o alto sempre voltavam vazios. Até que, certa noite de luar, a bela jovem admirava a lua espelhada na água, quando ouviu seu chamado por debaixo das águas. A moça acreditando poder tocá-la atirou-se na água, e nunca mais retornou. A lua compadecida transformou a bela moça numa linda estrela. Essa estrela não era do céu, mas sim da água, conhecida como Vitória-régia.

Lobisomem

A lenda do lobisomem teve sua origem na Europa e atravessou os mares e oceanos chegando ao Brasil. Em nosso país, a lenda teve várias versões, por ser contada para gerações cada qual diz à sua maneira, por esse motivo temos várias versões.  Vejamos algumas versões: segundo a crença popular, o lobisomem era o último dos sete filhos de um casal, uma vez que sendo o sétimo filho se transformaria em lobisomem; outra versão da lenda é que se a criança não fosse batizada, quando tornar-se adulta, se transformaria em lobisomem; entre outras.

Lobisomem

Em todas as versões, na noite de lua cheia, o lobisomem ataca as pessoas e os animais que encontra pelo caminho para se alimentar. Ele retornando ao aspecto de homem ao amanhecer, não se lembra de nada o que aconteceu. O lobisomem é a transformação do homem a um lobo grande, com dentes afiados e o corpo coberto de pelos. A única forma de matar o lobisomem é atingindo-o com uma bala de prata.

Negrinho do Pastoreio

A lenda menciona que o Negrinho do Pastoreio era um pequeno menino escravo que temia a tirania e as maldades de seu patrão. Sem motivos, um dia seu patrão o amarrou em uma árvore e deu-lhe várias chicotadas. Depois da surra, ainda ordenou que cuidasse de seus cavalos e que nada acontecesse, caso contrário, seria castigado.

Negrinho do Pastoreio

O pequeno menino cansado de tanto apanhar e com fome adormeceu e quando acordou percebeu que todos os cavalos haviam fugido. Ficou desesperado e como tinha uma crença em Nossa Senhora, pediu proteção para que encontrasse os cavalos. Ascendeu uma vela e saiu à procura. Como por encanto, a cada pingo da vela, uma luz se acendia e tão logo encontrou os animais perdidos. A lenda conta que se alguém perder qualquer coisa e precisar de ajuda, pode pedir ao Negrinho do Pastoreio que ele logo socorre.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados