Colégio Web

A cristianização da Europa

Publicidade

2. A cristianização da Europa 

Durante o século V ao XI a Europa passou por um período de cristianização. O processo de cristianização era dividido em duas etapas: o batismo e a conversão. 

O batismo foi a primeira etapa da cristianização, direcionada apenas para os chefes de tribos germânicas. A conversão era mais complexa, pois tinham que ensinar a doutrina, ou seja, os dogmas, obrigações e moral. 

O primeiro papa deste período tinha uma enorme influência em Roma como religioso e chefe político, foi ele Gregório Magno (590 a 604) que tentou reunir as igrejas cristãs e os mosteiros do mundo ocidental, que foram afastados durante as invasões do século V. 

O primeiro bispado do país foi fundado por Santo Agostinho, e sob a sua liderança os monges seguiram para a Britânia para converter os anglo-saxões, outros monges saíram da Irlanda para converter os bárbaros da Inglaterra Setentrional e os pagãos da Escócia. 

Na Alta Idade Média os mosteiros anglo-saxões foram considerados grandes centros culturais, principalmente pela grande sabedoria da maioria de seus monges. 

Os lombardos invadem o Norte da Itália no fim do século VI. E no ano de 752 começam a dirigir ameaças a Roma, que neste período era governada pelo Papa. Pepino, o Breve, líder dos francos, prestou socorro ao papa, vencendo os lombardos em 756 e cedendo ao Papado as terras conquistadas na Itália Central, onde foi instalado o Patrimônio de São Pedro.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados