Colégio Web

Maiores crises do capitalismo

Publicidade

Mesmo com grande força e resistência entre todos os países, o capitalismo teve seus momentos de fraqueza: Perdendo forças em alguns momentos, o sistema sofreu grandes crises durante sua vigência, tendo suas estruturas largamente abaladas entre longos períodos de desespero comercial.

Considerando as maiores crises do sistema nos últimos anos, podemos entender um pouco mais sobre sua força e sobre seu impacto em escala global. Confira mais sobre o assunto e conheça as maiores crises do capitalismo:

Grande depressão

A Crise de 1929 foi uma das maiores crises econômicas do mundo. Terminando apenas com o desenrolar da Segunda Guerra Mundial, a grande depressão começou entre diversos fatores indicativos de quebra, mas só aconteceu de fato na chamada “quinta-feira negra”. Foi no dia 24 de Outubro de 1929, a partir da quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, a New York Stock Exchange.

Crise de 29

Arrastando a queda de valores no mercado quebrado, a crise levou instituições bancárias à falência, além de considerar crises agrárias, quedas drásticas no produto interno bruto dos países mais influentes do sistema, crise na produção industrial global, redução no preço de ações, entre muitos outros problemas. Com a desvalorização da moeda norte-americana, o mundo sofreu uma enorme crise.

Crise do Petróleo

Essa crise foi desencadeada a partir do déficit de oferta do petróleo, que gerou o conflitos entre os processos de nacionalização dos países envolvidos entre regiões petrolíferas. Entre 1956 e 1991, o mundo sofria com essa prolongada recessão econômica, que relacionou-se aos conflitos dos produtores árabes da OPEP. A OPEP envolvia uma reivindicação frente a política de altos custos das sete irmãs, que seriam as maiores empresas petroleiras ocidentais: Standard Oil, Royal Dutch Shell, Mobil, Gulf, BP e Standard Oil da California.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo contava com os maiores produtores de petróleo do outro lado, incluindo Arábia Saudita, Irão, Iraque, Kuwait e Venezuela. A crise ocorreu em várias fases, encerrando-se após a Guerra do Golfo.

Maiores crises do capitalismo

Grande recessão

A mais recente crise capitalista ocorreu em 2008, com a quebra do tradicional banco de investimento norte-americano, o Lehman Brothers. A falência da instituição gerou um efeito dominó de quebra de vários bancos internacionais, conhecido como a “crise dos subprimes”. O colapso da bolha da tecnologia Nasdaq, a “bolha da internet”, foi um dos fatores mais influentes, ocorrido em 2001. As maiores características da crise foram as perdas no mercado imobiliário e a falta de liquidez bancária.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados