Colégio Web

Como foi a colonização na Austrália?

Publicidade

Considerado um dos países mais interessantes para quem gosta de lugares exóticos e belos, com suas paisagens que misturam a modernidade de cidades como Sidney ao aspecto mais selvagem de locais como os desertos e praias, a Austrália é o maior país da Oceania.

É também, apesar de algumas pessoas se esquecerem disto, um dos países do chamado “Novo Mundo”, que teve colonização europeia durante os séculos XVIII e XIX, a qual nós vamos conhecer um pouco mais nas próximas linhas.

Um objetivo nefasto

Apesar de processos de colonização já terem sido movidos pelos mais diferentes motivos, o processo colonial australiano se deu por conta de um objetivo realmente nefasto: esvaziar as cadeias da Inglaterra.

Os Estados Unidos tinham acabado de se tornar independentes, o que fez com que os ingleses tivessem de buscar alternativas para o envio de condenados ou presos, que até então eram enviados para a América.

Como foi a colonização na Austrália

Eles passaram então a ser enviados para a Austrália, que havia sido conquistada havia bem pouco tempo, sendo que os primeiros colonos chegaram em 18 de janeiro de 1788.

Neste dia, uma primeira frota composta de 11 navios, contando com aproximadamente 1,3 mil pessoas, desembarcou na Botany Bay, com o claro intuito de colonizar o novo continente.

A primeira colônia

Não demorou muito para o capitão Arthur Phillip perceber que a região onde foi feito o desembarque não era adequada para iniciar as bases para a primeira colônia na Austrália.

Ele então ordenou o deslocamento para o norte, se estabelecendo na região onde hoje fica a cidade de Sidney, onde foi fundada a primeira colônia em inglesa em solo australiano, no dia 26 de janeiro de 1788.

Colônia penal

colonização na Austrália

A Austrália se estabeleceu como colônia penal inglesa durante quase 100 anos, sendo que a última leva dos 168 mil prisioneiros que chegaram ao continente chegou em 1852 na costa leste. Na costa oeste, a última leva chegou ao continente no ano de 1868.

A maior parte era condenada por pequenos crimes, e depois de pagarem suas penas, que duravam em média 7 anos, eram libertados e também ganhavam lotes de terra para o plantio.

Deste modo, acabou sendo iniciado o processo de expansão para o restante do continente, o que levou ao que se conhece do território da Austrália moderna.

No entanto, este processo de expansão foi bem mais lento do que o processo nos Estados Unidos, por exemplo, já que muitos colonos, durante os primeiros anos, sequer saiam dos limites da baía de Sidney.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados