Colégio Web

150 anos da Guerra do Paraguai

Publicidade

Um dos conflitos mais importantes da História do Brasil, a Guerra do Paraguai completa 150 anos, e apesar de tanto tempo, ainda gera discussões acaloradas e muitas disputas.

No entanto, desta vez, as disputas são de outra ordem, já que a Guerra do Paraguai sempre foi alvo de controvérsia entre os historiadores, e por este motivo, ainda hoje é comum ver livros apresentando versões distintas dos fatos.

Portanto, vamos falar um pouco mais sobre as conclusões que podem ser feitas sobre o conflito nestes 150 anos, para que você possa entender um pouco mais sobre a forma como a Guerra do Paraguai é vista pelos historiadores.

Diferentes versões

Paraguai Guerra

Dentre as muitas polêmicas sobre a Guerra do Paraguai, a mais conflitante está nas diferentes versões para as causas do conflito, que apresenta ao menos duas versões distintas, que podem ser consideradas antagônicas.

Também os impactos causados pela Guerra do Paraguai são alvos de diversas polêmicas, afinal de contas, há visões diferentes entre historiadores brasileiros, e também de outros países envolvidos no conflito.

Uma das versões mais aceitas indica que o motivo foi o imperialismo britânico, que mobilizou os outros países contra o Paraguai, por acreditar que este pequeno país que prosperava naquela época poderia se tornar uma ameaça aos seus negócios na América do Sul.

O Paraguai era o único país sul-americano que naquela época dependia quase nada dos produtos industrializados ingleses, o que teria motivado a Guerra do Paraguai, já que a Inglaterra teria financiado o Brasil e os demais países para derrotar a pequena nação.

A outra versão contraria esta tese e defende que a Guerra do Paraguai teve como principal motivação as disputas territoriais entre os países, que ainda estavam em formação e que buscavam dominar a região do Rio da Prata.

150 depois e ainda há muita disputa em jogo

Guerra do Paraguai

Pois 150 anos se passaram e os países envolvidos no conflito ainda não conseguiram chegar a um consenso sequer em relação ao nome da guerra, que para os historiadores paraguaios se chama Guerra da Tríplice Aliança (Brasil, Argentina e Uruguai), sendo que para os historiadores brasileiros, o nome é Guerra do Paraguai.

Este ponto mostra como há ressentimento por parte do Paraguai em relação ao conflito, que acabou por jogá-lo no subdesenvolvimento, já que para os historiadores paraguaios, os outros 3 países nada mais foram do que fantoches dos ingleses.

E para a historiografia brasileira, o nome Guerra do Paraguai é uma forma de colocar toda a culpa pelo conflito no pequeno país vizinho.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados