Colégio Web

As populações indígenas do Brasil

Publicidade

8. As populações indígenas do Brasil 

Classificação:

Eles se dividiam em quatro grandes nações: Tupis-guaranis, jês ou tapuias, nuaruaques ou maipurés e caraíbas ou caribas. Também se dividiam em quatro pequenos grupos: Goitacás, panos, miranhas e guaicurus. Alguns deles viviam em lugares como: baseada em critérios lingüísticos. Tupi: litoral, Jê ou Tapuia (Macro-Jê): Planalto Central. Nuaruaque: bacia Amazônica, Caraíba: norte da bacia Amazônica.

A organização dos povos indígenas do Brasil:

Os diferentes povos indígenas do Brasil (Pindorama ou Piratininga), a exemplo dos demais índios da América, tinham maneiras próprias de organizar-se: diferentes modos de vida, línguas e culturas. Regime de Comunidade Primitiva
igualdade social. Relação coletiva com a terra. Divisão do trabalho por sexo e idade, socialização das técnicas de produção, distribuição igualitária, pequeno desenvolvimento tecnológico, produção voltada para o autoconsumo, era muito pequena a produção de excedente, habitação: nação, tribo ou aldeia (taba), malocas (ocas) ou casa comunal, nomadismo e semi-nomandismo, atividades econômicas: caça, pesca coleta e agricultura e instrumentos rudimentares.
religião: politeísta, animistas, acreditavam em entidades e vinculadas à natureza. 
Antropofagia: é um ritual de comer carne humana, algumas tribos tinham esse hábito quando venciam uma guerra, quando uma nação indígena vencia outra tribo. 
Política: chefe da aldeia (principal, cacique ouchefe de maloca – Conselho morubixaba), a guerra tinha muita importância, fonte de prestigio e elevação. Algumas tribos possuíam costumes excêntricos como: coivara: queimada, 

O avanço da colonização e a resistência:

No início da colonização, houve dois choques culturais. O primeiro entra indígenas e europeus, o segundo entre colonos e jesuítas. Os Jesuítas entraram para o interior, onde fundaram missões, agrupamentos onde os indígenas, teriam a liberdade de ir e vir, seus costumes seriam civilizados e o “encontro” com o cristianismo. Os padres e os indígenas trabalhavam em hortas comunitárias e nas construções das casas. Embora bem intencionados os jesuítas contribuíram para o genocídio e a escravidão indígena, Foram transmissores de doença. Aculturaram grupos indígenas que ao adotarem o modo de vida europeu, foram perdendo sua cultura. Criaram comunidades que era alvo fácil dos ataques dos colonos, que buscam os índios para escravizá-los.
Em 1755 foi decretada a abolição da escravidão indígena pelo Marquês de Pombal, estabelecendo liberdade aos índios e condições iguais às dos colonos e retirando o poder dos jesuítas em converter os índios ao catolicismo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados