Colégio Web

Suazilândia: você já ouviu falar?

Publicidade

Por alguns conhecida como um reino, por outras apenas pela beleza inacreditável que tem e pela maioria, veem as fotos do lugar circulando na internet e nem imaginam que se trata desse país pequeno que reside na África.

Segundo a BBC News, o reino que existe na Suazilândia é uma das ultimas monarquias absolutas que restou no mundo. Mais de um milhão de indivíduos são governados por um rei, com um modo de vida tradicional e voltado para a zona rural. Num mundo onde a tecnologia prevalece e tudo precisa dela para funcionar, ainda existem lugares com um estilo de vida empírico. Interessante, não?

Para aqueles que desejam conhecer a África, daquele jeito dos sonhos da infância, com animais facilmente avistados e aquela paisagem linda tropical. A Suazilândia pode ser uma boa opção, já que logo na entrada do país já se vê antílopes, zebras e até girafas circulando por lá.

Suazilândia

Uma boa sugestão é conhecer a África do Sul e colocar como um dos programas para a viagem dar uma passada pela Suazilândia, ainda mais se quiser conhecer a vida tradicional da África, o que não é tão possível no destino principal, já atingido pela industrialização.

O idioma falado é o inglês e o swazi, portanto se já tiver o inglês, já pode conseguir se virar por lá. Recomenda-se alugar um carro na África do Sul e seguir estrada com o auxílio de algum GPS adquirido na própria locadora (não pode se esquecer de avisar o destino, já que precisa de alguns documentos para ingressar no país).

Não é necessário correr atrás de visto ou algo do tipo para ingressar nem na Suazilândia e nem na África do Sul, os brasileiros têm livre acesso por lá. A única exigência é um fator que quase todos já estão sabendo quando se viaja pro continente africano: Vacinas.

Com o ambiente tropical, é normal a presença de mosquitos transmissores de doenças como a malária. E os postos de saúde do local são bem pobres, não tem toda a estrutura a qual estamos acostumados e poderá trazer situações bem desagradáveis caso as previdências necessárias não tenham sido tomadas com antecedência.

Recomenda-se que o turista esteja em dia com vacinas como tétano, poliomielite, difteria, febre amarela e hepatite. Além de um seguro médico já incluso no pacote de viagem ou adquirido a parte.

3 dicas de locais para conhecer o melhor de Suazilândia

Suazi Landia

Mkhaya Game Reserve

Criado em 1979 para salvar a raça pura do gado Nguni da extinção. Esses rinocerontes preto e branco são raríssimos e os moradores de Suazilândia se gabam de serem vistos apenas por lá. Outros animais como antílopes, dentes de sabre e elefantes estão presentes no local.

Não será possível efetuar a visita sem uma reserva com antecedência, portanto programe-se. Devido ao trajeto de carro ser demorado, precisa-se organizar algumas paradas para poder descansar e retornar a viagem, tudo organizado pela Mkhaya. É ideal que fique pelo menos uma noite lá, traz uma sensação de paraíso incrível e do que realmente se trata a natureza.

Mantenga Cultural Village & Nature Village

Custa em torno de $100 da moeda local da África do Sul. Proporciona uma experiência real do que é uma aldeia, com cabanas autênticas e exposições culturais, além de uma apresentação de dança sibhaca (tradicional do país). Apesar de não ter como foco conhecer animais selvagens, poderá encontrar alguns macacos, babuínos e javalis por lá.

Mlilwane Wildlife Sanctuary

Esse lugar é lindo, tranquilo e facilmente acessível. Trata-se de uma zona com uma fauna bem diversa e flora, não tem animais selvagens para se preocupar (exceto hipopótamos). Melhor opção para sair e explorar Suazilândia, andar de bicicleta e até visitar uma aldeia tradicional do país.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados