Colégio Web

Por que o Reino Unido saiu da União Europeia?

Publicidade

Uma das notícias que mais chocou o mundo no último mês e que tem gerado uma série de especulações e também muita expectativa é o anúncio realizado pelo Reino Unido que, após a realização de um plebiscito, estariam deixando a União Europeia, o bloco econômico do qual fazem parte a maioria dos países da Europa.

E é exatamente para que você entenda melhor essa saída do Reino Unidos da União Europeia e os motivos por trás disso que separamos aqui uma série de informações sobre o assunto. Ficou curioso para saber mais? Continue lendo e confira.

Entenda a saída do Reino Unido da União Europeia

Reino Unido União Europeia

A primeira coisa que é preciso entender é que o Reino Unido não é composto apenas pela Inglaterra. Ele é um bloco formado pela Inglaterra, pelo País de Gales e também pela Irlanda do Norte e a Escócia. O que significa que a decisão implicaria na saída de todos esses países da União Europeia.

Também é preciso entender que não, o Reino Unido ainda não saiu do bloco econômico. O que aconteceu foi que um plebiscito foi realizado por todos os países que fazem parte do Reino Unido e o resultado dele declarou que a população deseja sair da União Europeia.

Ainda não se sabe ao certo quando eles vão definitivamente sair do bloco econômico europeu, mas segundo opiniões de especialistas, todo o processo vai levar pelo menos dois anos, que é o tempo mínimo necessário para arrumar todas as leis e acordos comerciais. Algumas pessoas dizem que todo o processo de saída da União Europeia pode levar até quatro anos.

Por que o Reino Unido saiu da União Europeia

A saída do Reino Unido do bloco econômico é uma espécie de vitória da direita dentro dos países. Isso porque a campanha para o Brexit – junção de Britain (Bretanha) com exit (saída) – foi liderada por uma série de políticos conservadores. Os motivos por trás do desejo de saída da União Europeia é o desejo de ser mais seletivo com os imigrantes que entram no país, inclusive os imigrantes vindos dos próprios países da Europa, além do desejo de ter uma política econômica que seja independente das decisões que são tomadas pelo bloco econômico europeu.

Ainda não se sabe as implicações que a saída do Reino Unido vai trazer para a economia não só dos países que votaram pela exclusão, mas também dos países integrantes do restante do bloco. O que se sabe é que muito provavelmente a vida dos imigrantes que moram por lá vai se tornar bastante complicada. Além disso, a União Europeia se tornará menos atraente para investimentos e negócios na visão do resto do mundo, afinal de contas, a economia do Reino Unido é uma das maiores economias do mundo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados