Colégio Web

Lugares com intensa movimentação de placas tectônicas e o que isso acarreta

Publicidade

A teoria da Tectônica das Placas diz que o planeta Terra é composto por blocos na litosfera que estão separados e ligados com grande proximidade.

As placas tectônicas são esses blocos separados que flutuam sobre a  atenosfera podendo então movimentar-se sobre ela.

Causando movimentos no solo e também sendo capaz de causar diferenças e criar novos relevos no solo.

Placa do Pacífico

Engloba a maior parte do oceano pacífico, ou seja, 70 milhões de quilômetros quadrados, também é a maior placa presente no planeta.

Com a placa Norte-Americana acontece a zona de convergência.

Isso pode acarretar a formação e erupção de vulcões nessa região.

lugares-com-intensa-movimentacao-de-placas-tectonicas-o-que-isso-acarreta

Placa de Nazca

Essa placa vai do oceano pacífico até a América do Sul, possui 10 milhões de quilômetros quadrados. O Brasil se localiza bem no meio dessa placa.

Pelo fato de estar localizado na região central é que o Brasil não sofre nenhum tipo de nado que poderia ser causado por convergência ou divergência entre placa.

Porém, essa placa forma uma zona de convergência com a placa da África, o que faz com que os continentes da América do Sul e da África se afastem 3 centímetros por ano.

Placa Norte-Americana

Uma enorme placa de também 70 milhões de quilômetros quadrados, engloba tanto a totalidade a América do Norte, como a América Central, a Groelândia, também uma parte do Oceano Atlântico e Oceano Pacífico.

A convergência das placas norte-americana com a placa pacífico fará com que o estado da Califórnia seja uma ilha em 50 milhões de anos. Também existe a possibilidade de na região da Grande Bacia (entre a serra de Nevada e os montes Wasatch) se desenvolva um rift.

Placa Africana

Engloba todo o continente africano, oeste da Ásia, oceano atlântico e oceano índico e possui 65 milhões de quilômetros quadrados.

Placa Antártica

Engloba toda a Antártica com 60 milhões de quilômetros quadrados. A movimentação das placas que fez com que o continente se isolasse no sul em uma região de baixíssimas temperaturas.

Placa Indo-Australiana

Austrália, Nova Zelândia, parte do oceano índico e parte do oceano pacífico, com 45 milhões de quilômetros quadrados. Ao encontrar a placa das Filipinas, formaram-se diversas ilhas.

lugares-com-intensa-movimentacao-de-placas-tectonicas-e-o-que-isso-acarreta

Foi uma fusão de duas placas: a indiana com a australiana, mas estudos dizem que elas estão se separando novamente, se afastando de 3 a 6 centímetros por ano.

Placa Euroasiática ocidental

Engloba o continente europeu e o oeste da Ásia com 60 milhões de quilômetros quadrados.

Placa Euroasiática oriental

Engloba essa o resto do continente Asiático, com 40 milhões de quilômetros quadrados forma uma zona de convergência com a placa das Filipinas.

Esse encontro de placas é o mais intenso no planeta, por isso essa região é conhecida por diversos terremotos e erupções de vulcões.

Placa das Filipinas

Apesar de ser uma placa pequena comparada com as outras, com 7 milhões de quilômetros quadrados, é importante devido ao seu encontro com outras placas e as consequências causadas com isso.  Pois é nessa placa que se encontram metade de todos os vulcões ativos na Terra.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados