Colégio Web

5 paraísos fiscais que você deve conhecer

Publicidade

Os paraísos fiscais são regiões autônomas financeiramente, onde leis locais se tornam facilitadoras da aplicação de capitais estrangeiros, oferecendo alíquotas de tributação muito baixas ou nulas. Com essas características, um paraíso fiscal se torna passível para abertura de negócios, oferecendo baixos ou nulos impostos às empresas que trabalham nestas regiões. Explorando a demanda mundial, esses paraísos ou refúgios fiscais são favoráveis para quem busca por impostos menores contando com uma renda elevada para preservar.

A fim de explorar esses lugares e desvendar sua utilidade ao transito de negócios, confira alguns dos mais conhecidos paraísos fiscais pelo mundo, que não tem como botar defeito. Na lista abaixo, oferecemos cinco dos mais famosos refúgios fiscais aos quais você deve conhecer, considerando os melhores atributos para preservar suas economias e fugir de impostos ou tributações de alto custo.

Aruba

Aruba tem um sistema bancário offshore que suporta parte de sua economia, caminhando ao lado do progresso turístico. Por ano, é estimado que pelo menos 1,5 milhão de turistas visitem Aruba por seu suporte de sigilo financeiro, considerando as leis internas do local que permitem a privacidade fiscal.

paraísos fiscais que você deve conhecer

Cingapura

Muitos homens de negócios adotam Cingapura com base de trabalho graças ao seu suporte financeiro com sigilo fiscal, que permite aos empreendedores que poupem um bom dinheiro com o pagamento de tributos sobre ganhos de capital. Com uma economia de livre mercado altamente desenvolvida e bem sucedida, principalmente em exportações, Cingapura é um paraíso aos negociantes.

Dubai

Os Emirados Árabas Unidos são uma região de economia aberta, que conta com alta renda per capita e carrega esforços bem sucedidos na variação econômica e abertura livre de tributações abusivas. Como paraíso fiscal, o local fica em 18º colocação no ranking de sigilo financeiro firmado pela Tax Justice Network de 2011.

Cinco paraísos fiscais que você deve conhecer

Ilhas Cayman

Sem taxações diretas, o local é um exímio centro financeiro offshore, com um alto padrão de vida a partir do trabalho com turismo. Obter fundos no local é uma investida bem sucedida, pois todo o dinheiro utilizado lá é reportado na declaração de imposto de renda do candidato em seu país de origem.

Mônaco

Famosa por seu setor financeiro, o principado não cobra imposto de renda e possui taxação quase nula para negócios, figurando-se como paraíso fiscal aos indivíduos que criam residências por lá e mantem escritórios. Dependendo do turismo, o sistema bancário do país é vulnerável, mas é firme em adesão às leis de sigilo.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados