Colégio Web

Histórico

Publicidade

A extinta URSS e os países eslavos 

O território da ex-URSS tem uma área de 22.157,600 Km2, fazendo parte do continente euro-asiático, tem fronteira com 12 países. Na fronteira ocidental é feita com países do leste e do norte europeu, já a oriental é feita com o Mar do Japão com o litoral pouco povoado. 

A URSS teve origem na Rússia com o inicio da revolução de Outubro de 1917, que estabeleceu o socialismo no país. 

No ano de 1922 foi formada a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, conhecida também pela sigla URSS, inicialmente composto por doze repúblicas, e em 1945 chegava a quinze com o fim da Segunda guerra Mundial. 

Após a Revolução de 1917-1922, a União da República Socialista Soviética se instituiu, com o objetivo de controlar pelo estado com um único partido, o Comunista. O estado então começou a controlar o rendimento obtido pelo trabalho, por meio do partido (O Gosplan). 

O Gosplan foi criado em 22 de fevereiro de 1921 que tinha como um dos principais motivos a coordenação dos planos das repúblicas da União e a criação do plano comum a todo o país começou a criar metas e planos econômicos anuais para todos os setores de produção. Em 1927 instituiu os planos qüinqüenais e se tornou fundamental na criação e supervisão de acordos estipulados pelo partido. 

Em 1949 começou a fazer comércio a nível internacional, por meio do Conselho para Assistência Econômica Mútua de Países Socialistas (Comecon). Os países membros dessa organização internacional eram: União Soviética, alemanha Oriental (1950-1990), Tchecoslováquia, Polônia, Bulgária, Hungria, Romênia, Mongólia (1962), cuba (1972) e Vietnã (1978). No ano de 1991 o Comecon extinguiu após a derrubada do sistema socialista no Leste Europeu. 

Em 1985, com a chegada do secretário do partido comunista (Mikhail Gorbachev), foi instituido um programa de reformas baseado em dois conceitos: a perestroika (reconstrução econômica) e a glasnost (abertura politíca), que tinha como objetivo introduzir um novo dinamismo na economia soviética, que passava por sérios problemas, e pretendia colocar novos paradigmas no modo de vida soviético. Os países comunistas entraram em período de decadência, gerando assim a crise emergente da URSS. 

Em 1991 a Lituânia, Estônia e a Letônia se aproveitaram do momento ao qual a URSS estava passando para expor sua independência. No mesmo ano mais onze das quinze repúblicas soviética enviaram a CEI um documento decretando o fim da URSS. O governo sem apoio renunciou e declarou após quatro dias que, apartir de 31 de dezembro a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas não existiria mais. 

Declínio da Economia Soviética

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados