Colégio Web

Usando a Crase

Publicidade

Crase

1. DEFINIÇÃO

Crase não é acento! O acento () denomina-se grave. Crase é, portanto, fusão. É o fenômeno da contração da preposição “a” com, por exemplo, o artigo “a”.

2. TESTE DO ARTIGO OU REGRA DO “AO”

Emprega-se o acento grave para indicar crase sempre que, substituindo-se a palavra feminina por uma masculina, aparecer a contração “ao”. O vocábulo masculino não precisa ser sinônimo do feminino. Precisa, sim, fazer sentido para a frase em que se está fazendo a substituição.

03. PRINCÍPIOS SINTÁTICOS DA CRASE

O fenômeno da crase está associado à regência (nominal e verbal) e, portanto, atrelado à estrutura sintática da frase. Dentro da oração, os termos que admitem crase são:

a) Objeto indireto.

b) Complemento nominal.

c) Adjunto adverbial.

04. CRASE PROIBIDA

Não ocorrerá crase quando o “a” estiver:

a) Antes de verbo.

b) Antes de palavra masculina.

c) Antes de pronomes pessoais.

d) Entre palavras repetidas.

e) Antes de pronomes de tratamento.

Exceções: dona, madama, senhora e senhorita.

f) Antes de pronomes indefinidos.

g) Antes de artigos indefinidos.

h) Antes dos pronomes demonstrativos esta(s), essa(s), isto, isso.

i) Antes dos pronomes relativos que, quem, cuja(s).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados