Colégio Web

Carga elétrica

Publicidade

Carga elétrica 

Como todos nós já sabemos, a matéria é composta por átomos, e esses átomos são compostos por milhares de partículas elementares, que são elas: 

* Prótons; 

* Nêutrons; 

* Elétrons. 
Os prótons e os nêutrons localizam-se na parte central do átomo, e formam o chamado núcleo. Os elétrons giram em torno do núcleo na região chamada de eletrosfera. Os prótons e os elétrons apresentam uma importante propriedade física, a carga elétrica. 

A carga elétrica do próton e a do elétron tem a mesma intensidade, mas sinais contrários. A carga do próton é positiva e a do elétron, negativa. 


                           eletrosfera

Num átomo não existe predominância de cargas elétricas; o número de prótons é igual ao número de elétrons. O átomo é um sistema eletricamente neutro. Entretanto quando ele perde ou ganha elétrons, fica eletrizado. Eletrizado positivamente quando perde elétrons e negativamente quando recebe elétrons. 

Sendo a carga do elétron a menor quantidade de carga elétrica existente na natureza, ela foi tomada como carga padrão nas medidas de carga elétricas. 

Cada tipo de carga elétrica apresenta um comportamento diferente, pois duas partículas iguais se repelem e partículas diferentes se atraem. 

Vejamos um exemplo: 

As cargas elétricas dos prótons e dos elétrons carregam tanto os sinais, como quantidade de carga que cada um carrega. Essa quantidade é chamada de carga elétrica elementar, ela é representada pela letra e, que possui um valor de: 

Como podemos ver acima, a unidade de medida no SI (Sistema Internacional) da carga elétrica é C (Coulomb). 

É importante sabermos que quando estivermos falando de prótons, sua carga elétrica irá valer + 1,6. 10-19, já se estivermos falando dos elétrons, sua carga elétrica irá valer – 1,6. 10-19

O processo de eletrização de um corpo é semelhante ao de um átomo. Se num corpo o número de prótons for igual ao número de elétrons, dizemos que ele está neutro. Quando um corpo apresenta uma falta ou um excesso de elétrons, ele adquire uma carga elétrica Q, que é sempre um número inteiro n de elétrons, de modo que: 

Portanto, um corpo pode ser:

a) eletrizado positivamente: falta de elétrons Q = + n . e
b) eletrizado negativamente: excesso de elétrons Q = – n . e

É usual o emprego dos submúltiplos:
1 microcoulomb 1µC = 10-6C
1 nanocoulomb 1nC = 10-9C
1 picocoulomb 1 pC = 10-12C

Observação – Os corpos em questão são considerados idênticos. 

É usual o emprego dos submúltiplos:

1 microcoulomb 1µC = 10-6C
1 nanocoulomb 1nC = 10-9C
1 picocoulomb 1 pC = 10-12C

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados