Colégio Web

Governo Sarney (1985-1990)

Publicidade

A Nova República

Após as eleições de 1985, Tancredo Neves foi vítima de uma enfermidade inesperada, e seu vice José Sarney assumiu a presidência.
A partir deste ano iniciava-se a Nova República, um novo regime que substituía a Ditadura Militar.

Em 5 de outubro de 1988 foi oficializada a nova Constituição Brasileira. 

A partir dessa nova Constituição, muitas reformas foram feitas, como o mandato presidencial que foi estendido por 5 anos. O voto passou a ser uma obrigatoriedade para todos aqueles que tivessem entre 18 e 70 anos, sem exceção, e facultativo para as pessoas entre 16 e 18 anos. E as eleições começaram a ser realizadas em dois turnos. 

Os direitos dos trabalhadores foram ampliados, como exemplo a ampliação da licença maternidade para 120 dias. 

1. Governo Sarney (1985 a 1990) 

José Sarney, natural do estado do Maranhão, tinha em seu registro o nome de José Ribamar Ferreira de Araújo Costa, mas no ano de 1965 mudou seu nome de forma legal para José Sarney de Araújo Costa. Em sua carreira na política conseguiu exerceu vários cargos, como deputado, governador do estado do Maranhão, senador pelo estado do Maranhão, quando em 1985 chegou a presidência da república, onde governou até 1990. 

A sociedade não estava muito contente com o novo presidente, pois o seu passado tinha marcas negativas, como a sua participação em partidos como: UND, ARENA, PDS, o apoio ao regime militar, e sua oposição à emenda Dante de Oliveira, que assegurava as eleições diretas de 1985. Mesmo assim, o povo tinha a esperança do crescimento econômico e da redução da desigualdade social.

Para vencer essa má impressão, Sarney prometeu cumprir todas as promessas feitas por Tancredo, como por exemplo, consentiu que a população fosse às urnas para eleger o prefeito de sua cidade, nas eleições que ocorreria em 1985.

Objetivando combater a inflação, Sarney desenvolveu um plano econômico, o Plano Cruzado. Este novo plano resultou na substituição do cruzeiro pelo cruzado na proporção de mil para um, na erradicação da correção monetária, na fixação dos valores das mercadorias, e no reajuste de salários sempre que a inflação chegasse a 20%.

Este plano não foi muito aceito principalmente pelos empresários que foram os mais prejudicados e, portanto, fracassou. Assim logo foram criados outros dois planos: o Plano Bresser e o Plano Verão, mas como o primeiro, esses também fracassaram e a inflação continuou a prejudicar o país.

Em 1990 termina o mandato de José Sarney, e neste ano a população teve finalmente o direito de ir às urnas para votar no seu candidato à Presidência.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados