Colégio Web

Reprodução nos Fanerógamos

Publicidade

Fanerógamos são os vegetais que apresentam flor como órgão reprodutor e são representados pelos gimnospermas e pelas angiospermas. Vamos aprender o que são e como se reproduzem.

A reprodução nas gimnospermas

As gimnospermas são vegetais que não apresentam fruto protegendo a semente, ficando, assim, descoberta. A palavra em si significa gimno = nu e esperma = semente. Como exemplo dessa vegetação, temos os pinheiros e os ciprestes.

Alimentamos-nos de diversas sementes e entre elas a semente do pinhão, que é produzida pelo pinheiro-paraná.

Fecundação

Os órgãos reprodutores femininos e masculinos são separados e localizados nas extremidades dos ramos. A fecundação ocorre quando os grãos de pólen são transportados pela ação do vento e o óvulo fecundado produz a semente.

Gimnospermas

A reprodução das angiospermas

As angiospermas são vegetais que apresentam raiz, caule, folhas, flores, frutos e sementes. Nesse caso, as sementes são protegidas pelos frutos (angeion = cobertura).

Nas angiospermas, o órgão reprodutor é a flor. Em sua maioria, as flores são hermafroditas (possuem os dois sexos na mesma flor).

Em uma flor podemos distinguir 4 verticilos (conjunto de peças florais) sendo que 2 são reprodutores e 2 protetores.

1º – Cálice é um verticilo externo que funciona como protetor para a flor é de coloração verde e formam os elementos chamados sépalas.

2º – Corola é um verticilo interno que funciona como protetor para a flor e é formado por pétalas.

3º – Androceu é o órgão reprodutor masculino formado por elementos de nome estames. Os estames apresentam uma haste e uma bolsa cheia de pólen.

4º – Gineceu é o órgão reprodutor feminino formado por peças de nome carpetos (folhas modificadas).

Angiospermas

Fecundação

A fecundação tem como a finalidade a união do núcleo masculino (formado pela germinação do pólen) com o núcleo feminino do óvulo. A fecundação ocorre em três fases:

  1. Polinização: esse processo consiste em transportar o grão de pólen da antera da parte masculina ao estigma da parte feminina. Os principais agentes polinizadores são o vento, os insetos, a água, os pássaros e o homem.
  2. Formação do tubo polínico: esse processo consiste na formação de um tubo pela germinação do pólen sobre o estigma da flor feminina. Ocorre o deslocamento do tubo pelo estilete atingindo o óvulo.

A fecundação propriamente dita ocorre quando o tubo polínico atinge a micrópila (abertura) do óvulo, um dos núcleos masculinos se une para formar o embrião da semente. Os demais núcleos se unem aos núcleos secundários formando um tecido reserva para a semente. Após a fecundação, da-se origem a semente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados