Colégio Web

Quais os mistérios do cavalo-marinho?

Publicidade

Todos nós já ouvimos alguma historinha referente ao cavalo-marinho. Com formato de cavalo, ela é um verdadeiro peixe que vive em águas relativamente rasas dos mares. As pesquisas apontam que devem existir cerca de 40 espécies de cavalos-marinhos nos oceanos. Elas pertenceriam ao gênero Hippocampus, com diferentes cores e formatos. Em território brasileiro duas espécies são conhecidas: Hippocampus reidi e Hippocampus erectus.

cavalo-marinho

Os cavalos-marinhos são peixes ósseos encontrados normalmente em águas rasas. Apresentam tamanho variado, sendo que algumas espécies atingem cerca de 30 centímetros e outras apresentam apenas 13 milímetros de comprimento. Eles são excelentes em camuflagem e são capazes de mudar de cor.

Esses peixes movem-se devagar na água e, para não serem levados pela correnteza, enroscam a cauda em algumas plantas aquáticas, corais ou algas. A nadadeira do cavalo-marinho é pequena, quase transparente. Os olhos conseguem se mover de forma independente, tal qual os camaleões. A dieta alimentar dessa espécie é composta pelas pequenas larvas de camarões, alguns moluscos e animais marinhos menores a exemplo das pulgas-da-praia. Na captura da presa, o cavalo-marinho a suga com a própria água.

Machos ficam grávidos

Uma curiosidade bem interessante do cavalo-marinho está no fato de o elemento macho ser o gestante da espécie. Na reprodução, as fecundações ocorrem em cavidades internas e o filhote se desenvolve no organismo do pai. E você deve estar se perguntando? O macho tem útero? Não! Os filhotes vão se desenvolver em uma cavidade simples chamada de ovariana ou folicular. A partir da fecundação, todos os nutrientes e processo gestativo ocorre naturalmente, com ovos em um período médio de dois meses. Um cavalo-marinho pode gerar até mesmo 300 filhotes. Depois do nascimento, esses pequenos seres de 2 milímetros tornam-se independentes. O problema todo está no fato de que a grande maioria não sobrevive, por conta de tornarem-se presas fáceis de outros animais marinhos.

O grande alerta feito pelas entidades que protegem o meio ambiente e as espécies animais está no fato do cavalo-marinho ser um peixe em ameaça de extinção.Isso decorre especialmente por conta da famigerada pesca predatória. Os locais onde os cavalos-marinhos moram e se reproduzem acabam sendo atacados, com captura dos animais para fins totalmente fúteis: peças decorativas ou enfeites de aquários.

cavalo-marinho reproducaoPara além do aspecto biológico, o cavalo-marinho é tido, do ponto de vista místico, como um peixe forte e que inspira adeptos dos ambientes marinhos. A simbologia aponta que os cavalos-marinhos representam as danças, com leveza, elegância e suavidade. No amor, simboliza o conquistar e o brincar das relações.

É um animal que ensina os humanos a evocar coisas boas e deixar fluir as emoções. E você, tem alguma curiosidade sobre algum outro elemento do mar? Envie suas sugestões e comentários para o Colégio Web. Sua participação na construção do conteúdo é essencial para que consigamos entender as suas demandas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados