Colégio Web

Zénobe Théophile Gramme

Publicidade

 

(1826 – 1901)
Mecânico e inventor belga nascido na pequena cidade de Jehay-Bodegnee, criador do primeiro gerador de corrente contínua industrializado. Descendente de uma antiga família de nobres decadentes belgas, que se mudou para Liège quando ele ainda era criança. Freqüentou uma escola industrial em sua terra onde adquiriu o gosto peal mecânica mas nunca concluiu algum curso básico. Semi-analfabeto, foi para Paris (1856), cidade que ficaria até sua morte. Empregou em uma indústria de aparatos elétricos para crianças, a Alliance, logo depois casou-se com uma costureira de Liège, Hortense Nysten, e passaram a morar em Neuilly-sur-Seine, um subúrbio de Paris. Trabalhando na construção de máquinas elétricas, interessou-se por eletricidade e e pelo estudo da física, disciplina em que conseguiu um brevet (1867). Usando seus conhecimentos mecânicos fez uma adaptação de um anel a um dínamo, obtendo assim um modelo prático de gerador de corrente contínua (1869), que apresentou à Academie des Sciences de Paris (1871) já melhorado para geração de alta voltagem. Neste mesmo ano fundou a Société des machines magnéto-électriques Gramme, e no ano seguinte, trabalhando em parceria com Hippolyte Fontaine, também um inventor, ambos começaram a fabricar seu dínamo. Depois de uma exibição em Viena (1873) foram feitas melhorias que permitiram seu uso como um motor elétrico. Esse gerador passou a ser industrializado alguns anos depois (1878) e foi sua maior invenção em sua vida profissional. Participou com sucesso de uma exposição de equipamentos elétricos em Paris (1881) e foi premiado com um Volta (1888) pela Academie des Sciences, um prêmio de 50 000 francos instituído por Louis-Napoléon, e feito Officier de la légion dhonneur. Aposentado, faleceu em Bois-Colombe, próximo de Paris, em 20 de Junho (1901), e foi enterrado no Cemitério Parisian Père Lachaise.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados