Colégio Web

Samuel Johnson

Publicidade

Crítico literário, ensaísta e lexicógrafo inglês nascido em Lichfield, Staffordshire, vulto dominante da vida literária na Inglaterra do século XVIII. Filho de um livreiro, ao entrar para a Universidade de Oxford (1728) já estava familiarizado com os clássicos. Por falta de recursos, teve de interromper os estudos, passando a ganhar a vida como preceptor e tradutor. Já famoso publicou seu primeiro poema, London, a poem (1738), que foi muito bem recebido pelo púbico.

Account of the Life of Mr Richard Savage (1744) foi seu primeiro trabalho em prosa a cativar o público, sendo elogiado por Henry Fielding como o melhor tratado em língua inglesa sobre as virtudes e defeitos da natureza humana. Bastante prestigiado nos meios intelectuais, recebeu a incumbência de escrever um dicionário de inglês, e recebeu (1762) do rei Jorge III uma pensão anual de 300 libras, o que deu melhores condições de trabalho. Publicou o Dictionary of the English Languagee (1755), em dois volumes, que se tornaria sua obra mais importante, pelas definições criteriosas e pela escolha de citações na literatura inglesa de todas as épocas, embora as etimologias fossem duvidosas.

Outro trabalho de imenso valor para a época foi a edição crítica, em oito volumes, dos dramas de Shakespeare (1765). Em The Lives of the Most Eminent English Poets (1777), julgou seus biografados com parcialidade. Tentou diminuir a fama de Milton, sobretudo como autor de poemas líricos, e foi responsável pelo esquecimento, durante um século e meio, de John Donne e de toda a poesia metafísica. Relembrado sempre pela fama de exímio conversador, morreu em Londres.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados