Colégio Web

Romário: ex-jogador de futebol, agora Senador

Publicidade

Futebol: um dos esportes mais conhecidos, praticados e consagrados pelo mundo. Aonde quer que você vá, sempre vai ter um campo, nem sempre aquele gramado verde, mas com certeza uma bola. Foi criado na Inglaterra, mas é o Brasil que leva o nome de país do futebol.

Muitas figuras incríveis obtiveram sucesso e passaram aqui pelo país. Então certamente você vai se lembrar de um jogador “Baixinho”, do “gênio da grande área” não é mesmo? Mais do que um craque, ele foi um grande personagem do futebol. Conhecido como Romário de Souza Faria, nasceu em 1966 no Rio de Janeiro e foi considerado um dos maiores jogadores da história. “E ai peixe?”, lembrou dele?

Romário na época de jogador

Romário

Romário participou de 2 Copas do Mundo – 1990 na Itália, e 1994 nos EUA -, sendo que na Copa de 1994, foi considerado ao lado de Bebeto, o protagonista daquela conquista, e no mesmo ano se tornou o melhor jogador do mundo. Seis anos depois, em 2000, a FIFA nomeou os 5 maiores jogadores da história, e lá estava o “baixinho”. E no ano mesmo ano, Romário, que já estava com 34 anos, foi escolhido como melhor jogador do Campeonato Brasileiro.

Sempre marcante por onde passou, Romário acumulou inúmeras polêmicas com outros jogadores, com dirigentes, e até com torcedores.

Romário fundou em 1995 o Instituto Romário de Souza Faria, que tinha como objetivo dar oportunidade às crianças por meio do futebol.

Foi artilheiro por todos os times que passou, conquistou muitos títulos, jogou em importantes times, tanto brasileiros como Vasco, Fluminense, Flamengo e também da Europa como PSV da Holanda, e Barcelona da Espanha e assim virou ídolo mundial. Romário terminou sua carreira como jogador do Vasco da Gama, em 2007, onde marcou seu milésimo gol. Um ano depois, ele voltou aos gramados apenas para jogar uma partida pelo América do RJ – seu time de coração e um antigo sonho de seu pai, mas logo após, o “baixinho” anunciou sua aposentadoria, terminando assim sua carreira dentro das quatro linhas. Depois da aposentaria, Romário teve uma breve passagem como dirigente no próprio América.

Atuação política de Romário

Romario Politica

Longe dos gramados, Romário trocou as chuteiras e o uniforme, pelo sapato e o traje social, e se tornou também um vencedor nas urnas. Após deixar o futebol, Romário foi eleito em 2010, Deputado Federal pelo estado do RJ, com a expressiva marca de 146.859 mil votos.

Romário pode ser considerado uma das gratas surpresas na política nos últimos tempos, pois como foi no futebol, tem sido muito determinado, atuante com muita personalidade e polêmico.

Na última eleição, tivemos a comprovação de que Romário não quer ficar apenas gravado na mente de muitos brasileiros pelo futebol, mas também quer na política. Nas eleições de outubro, Romário foi eleito Senador no Rio de Janeiro com cerca de 4,6 milhões de votos, recorde de maior votação para senador na história do RJ.

Mas Romário não esqueceu o futebol, ele visa outro cargo atualmente. Nos próximos dias, Romário deve ser eleito presidente do América Futebol Clube, ele é candidato em chapa única, e tem apoio do atual presidente.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados