Colégio Web

Ragnar Arthur Granit

Publicidade

Fisiologista finlandês nascido próximo a Helsinki e naturalizado sueco, ganhador do Prêmio Nobel de Física (1967), dividido igualmente com George Wald, estadunidense da Harvard University, Cambridge, MA, e o também estadunidense Haldan Keffer Hartline, biofísico da University of Pennsylvania, por descobertas relativas a fisiologia do olho e os processos químicos visuais humano.

Filho de Arthur Wilhelm Granit e Albertina Helena Malmberg. foi educado em Helsingfors, para onde a família mudou-se seu pai tornou-se comerciante. Participou e foi condecorado na guerra de libertação da Finlândia (1918) e matriculou-se na Universidade de Helsingfors (1919) ainda antes da guerra terminar. Estudou humanidades e interessou-se por psicologia e diplomou-se em filosofia (1923) orientado pelo professor Eino Kaila. 

Tornou-se demonstrador assistente do Instituto de Fisiologia, ( 1926), recebeu o M.D. (1927) com uma tese sobre a teoria da visão em cores e iniciou uma série de viagens de estudos para melhorar suas teorias. Foi visitante com o Prêmio Nobel Sir Charles Sherrington, em Oxford, England (1928) e tornou-se Docente em Fisiologia (1929). Foi Fellow em Medical Physics na Johnson Foundation of the University of Pennsylvania (1929-1931) e na Rockefeller Foundation (1932-1933).

Retornou para Helsingfors como Professor de Fisiologia (1935) e depois foi para o Instituto Real Carolina, em Estocolmo (1940), continuando suas pesquisas. Passou a dirigir o Instituto Nobel de Medicina (1945). No ano seguinte (1946) tornou-se também pesquisador em Neurofisiologia do Ministério da Educação. No MNI por 22 anos (1945-1967), período em que viajou extensivamente e foi, inclusive, professor visitante da Rockefeller University, New York (1956-1966). Aposentado (1967), tornou-se Professor Emeritus e morreu em Estocolmo, Suécia.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados