Colégio Web

Luiz Inácio Lula da Silva

Luiz Inácio Lula da Silva é uma das figuras brasileiras mais queridas pela população. Sua biografia é de tirar o chapéu. Confira toda a história de sua vida!

Publicidade

O hoje ex-presidente Lula tem uma biografia que já foi tema até de filme (vide Lula, o filho do Brasil). Sua trajetória de retirante vindo dos rincões de Pernambuco, passando pela carreira como líder sindical, passando pela fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) e chegando até a Presidência da República é realmente digna de um filme.

Tudo começou com seu nascimento, em Caetés (PE) em 27 de outubro de 1945. Caetés era naquela época um distrito do município de Garanhuns. Veio para a cidade paulista de Santos em 1952, com apenas 7 anos de idade e se mudou para a capital São Paulo em 1956, onde se estabeleceu no bairro de Vila Carioca, próximo ao Ipiranga.

Em 1966 inicia sua trajetória como metalúrgico trabalhando em uma grande empresa metalúrgica da região do ABC Paulista, em São Bernardo do Campo. Essa empresa se chamava Indústrias Villares.

Em 1968 filia-se ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, onde começa a ter contato com as lideranças, que logo enxergam nele um carisma e uma capacidade de liderança sem igual. Vale lembrar que o Brasil está sob o Regime Militar nesses anos.

Logo Lula se tornou uma liderança importante do movimento sindical e passou a liderar greves dos metalúrgicos, que ocorriam com grande frequência no final dos anos 1970 e inicio dos anos 1980.

Por este motivo, acaba entrando na mira dos militares, que o mandam prender e cassam seu cargo como dirigente sindical.

Após ser libertado, Lula participou das reuniões juntamente com outros líderes sindicais, intelectuais que defendiam uma ideologia esquerdista e católicos que militavam pela Teologia da Libertação, que em 1980 culminaram na criação do Partido dos Trabalhadores (PT).

Luiz Inacio Lula da Silva

Acabou sendo preso por trinta e um dias nas famigeradas instalações do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) paulista sob a acusação de incitar a desordem pública.

Em 1981 foi condenado a três anos e meio de detenção pelas mesmas acusações, tendo recorrido conseguido a absolvição no ano seguinte ao julgamento.

Ainda em 1981 fez uma das mudanças que marcariam para sempre sua vida e carreira política ao alterar oficialmente seu nome de Luiz Inácio da Silva para Luiz Inácio Lula da Silva, já que naquela época não se podia utilizar apelidos em pleitos eleitorais.

Em 1982 Lula participa das primeiras eleições de sua vida, para Governador de São Paulo e perde.

Em 1984, sobe ao palanque em um movimento pluripartidário chamado campanha das Diretas Já. Nestes comícios fica ao lado de figuras que seriam seus adversários políticos futuramente, como Fernando Henrique Cardoso e Ulisses Guimarães.

Em 1989, com a realização da primeira campanha eleitoral para presidente depois do golpe militar de 1964, Lula se candidata à presidência pela primeira vez. É derrotado por Fernando Collor de Mello.

Lula se candidataria também em 1994 e em 1998, saindo derrotado em ambas as ocasiões pelo sociólogo Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, que acabou por se tornar o antagonista do PT de Lula no cenário nacional.

Somente em 2002, Lula conseguiu finalmente se eleger Presidente do Brasil, ao derrotar o candidato José Serra, do PSDB, fato que repetiu quatro anos depois, em 2006, ao derrotar Geraldo Alckmin, também do PSDB.

Sua chegada ao poder afora o fato de todos os escândalos e também todas as análises positivas ou negativas de seus dois mandatos, representa um avanço de fato inédito na História do Brasil, visto que pela primeira vez um político oriundo das classes mais pobres e menos instruídas atingiu o cargo máximo do Poder Executivo da nação.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados