Colégio Web

Jacob de Castro Sarmento

Publicidade

Jacob de Castro Sarmento também conhecido como Henrique de Castro nasceu em Bragança. Filho de cristãos-novos, passou a infância em Mértola. Quando jovem, teve o pai e o irmão condenados pela Inquisição de Évora, quando foram acusados de judaísmo. Mesmo com as dificuldades emocionais e financeiras advindas de tais fatos, Jacob de Castro Sarmento conseguiu concluir os estudos em Artes no Colégio dos Jesuítas de Évora. Em seguida, passou a cursar medicina na Universidade de Coimbra e tornou-se médico em 1717.

Exerceu a Medicina na região de Beja e Lisboa, mas em seguida foi para Londres. Nessa ida para a Inglaterra, acabou sendo perseguido por questões relacionadas à religião.

Diversos religiosos da região de Alentejo e Algarve foram denunciados pelo médico Francisco de Sá e Mesquita. O ano era 1720 e vários médicos das cidades de Beja, Aljustrel, Alvito, Moura, Serpa e Vidigueira estavam no grupo.
Daí a saída abrupta de Jacob de Castro Sarmento para a Inglaterra junto com a esposa. Lá, eles adotaram a religião mosaica. Com nomes hebraicos, passaram por uma segunda cerimônia de casamento. Depois de cinco anos frequentando a sinagoga, passaram a ser perseguidos pela Inquisição.

Em Londres, contou com o apoio de Bevis Marks e sua Congregação. Também exerceu a Medicina nas comunidades judaicas e foi aceito, em 1725, como membro do Royal College of Physicians, assim podendo exercer a Medicina livremente no solo inglês.

Depois de ter recebido um não, também foi aceito na condição de Fellow da Royal Society, em 1730. Quase 10 anos depois, seria o primeiro judeu a tornar-se Doutor no Reino Unido. O título foi ofertado pela Universidade de Aberdeen. Jacob de Castro Sarmento fazia questão de organizar uma memorável atividade profissional e científica.

Filantropia

O trabalho social desse importante médico português também foi feito na Inglaterra, inclusive para outros judeus portugueses que ali viviam. Em 1748, com a ajuda de outros colegas da comunidade, conseguiu inaugurar Bet Holim, um importante hospital que atendia vários pacientes necessitados e que eram membros da Congregação de Bevis Marks. Nesse espaço, Jacob atuou como médico até 1750.

Os últimos dias de vida de Sarmento foram vividos longe dos judeus. Quando em 1756, houve o falecimento de sua primeira esposa, ele resolveu casar-se novamente com uma amante conhecida como Elizabeth. Dessa relação houve o nascimento de um filho. Os outros filhos do primeiro casamento também foram batizados. Ele se afastou da Congregação de Bevis Marks em 1758 e faleceu em 1762.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados