Colégio Web

Fred Charles Scobey

Publicidade

Engenheiro americano nascido em Greensburg, Ind., que trabalhando no U. S. Department of Agriculture, publicou importantes resultados de estudos desenvolvidos sobre perda de carga em canais de irrigação (1915) e em condutos de madeira, de aço e de concreto (1916), cujas expressões de cálculo até hoje gozam de grande reputação nos Estados Unidos.

Filho de Orland e Helen (Strong) Scobey, estudou engenharia civil na University of Colorado, em Boulder (1898-1899), na Stanford University, California (1900-1901) e na University of California, em Berkeley (1918-1921). Foi desenhista (1901-1906) no City Engineer’s Office, Denver, Colorado, desenhista e topógrafo na Colorado Fuel and Iron Co. (1902), officeman na Union Pacific Railroad (1904) e officeman na chefia do escritório de engenharia da St. Louis Rocky Mountain and Pacific Railroad, Raton, New Mexico (1904-1906). Depois (1906-1911) trabalhou no escritório de engenharia da E.D. Shepard e Cia., Raton, New Mexico, como superintendente da Raton Water-Works, da Raton Ice Co. e da Raton Fuel Co. e, também, como superintendente de construção para a Nevada Construction Co.

Também trabalhou como engenheiro de escritório para a San Luis Southern Railroad, Blanca, Colorado, e como engenheiro de irrigação para Imperial Water Companies, em Imperial Valley, California, e como agente especial para o U.S. Census Bureau’s Census of Irrigation, Colorado. Então (1911), aceitou o convite para trabalhar como engenheiro de irrigação e pesquisador para o Department of Agriculture, onde ele pode se dedicar a pesquisas sobre a capacidade de transporte de canais, principalmente a partir dos coeficientes de fricção de Kutter e de Manning, chegando a elaboração de fórmulas exponenciais para escoamento em tubos [ J = k . (vm/Dn)], publicada pelo Department of Agriculture.

Com seu colega Samuel Fortier publicou um importante trabalho sobre o comportamento dos escoamentos de água em função da presença de sólidos em suspensão e da natureza do revestimento das paredes [Fortier, Samuel, and Scobey, Fred C. 1926. “Permissible Canal Velocities,” Transactions, American Society of Civil Engineers, Vol 89, Paper No. 1588, pp 940-984], que se tornou a base teórica para o projeto de canais: o famoso método da máxima velocidade admissível (1926). Morreu no dia 19 de julho (1962).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados