Colégio Web

Franz Seraphicus Grillparzer

Publicidade

Poeta dramático e dramaturgo austríaco nascido em Viena, que empregou coloquialismos, humor e elementos farsescos inspirados na fala popular em suas peças. Primogênito de quatro irmãos, era filho do advogado e funcionário público Wenzel Grillparzer e de Anna Marie Sonnleithner, descendente de uma talentoso e respeitada família de músicos, de quem herdou o talento poético. Foi educado na escola preparatória St. Anna, de Viena, e estudou leis na Universidade de Viena (1807-1811).

Ainda estudante universitário começou a publicar poesia (1808). Ocupou, entre outros cargos, os de bibliotecário e diretor dos arquivos do Ministério das Finanças austríaco. Iniciou-se na atividade literária com a tragédia Die Ahnfrau (1817), à qual se seguiram Sappho (1818) e a célebre trilogia Das goldene Vlies (1821). Depois de incursões no teatro histórico, obteve êxito com o drama lírico Des Meeres und der Liebe Wellen (1831). Admirador dos clássicos espanhóis, escreveu o drama Der Traum ein Leben (1834), um dos seus maiores, trabalhos.

Morreu em Viena e ainda foram sucessos em sua obra König Ottokars Glück und Ende (1825), Ein treuer Diener seines Herrn (1828), Tristia ex Ponto (1835), Weh’ dem, der lügt! (1840), sua principal comédia, Der arme Spielmann (1847) Die Jüdin von Toledo (1847), Feldmarschall Radetzky (1848) e Ein Bruderzwist in Habsburg (1848).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados