Colégio Web

Floriano

Publicidade

Imperador romano do Ocidente (276) nascido provavelmente em Roma, Itália, irmão uterino do imperador Tácito ( ~200- 276), não se sabe quase nada referente ao período precedente a sua nomeação a prefeito pretoriano por seu irmão. Após o assassinato do imperador Marco Cláudio Tácito (276), que governou durante apenas sete meses (275-276) após a morte do imperador Lúcio Domício Avreliano (215-275) , proclamou-se imperador como irmão e herdeiro do imperador morto e foi reconhecido como tal por uma parte considerável do império romano, especialmente a Ocidental.

Porém a legião da Síria não aceitou sua autoridade, porque o candidato preferido deles era o general panônio Marco Aurélio Probo (232-282), tribuno no tempo de Valeriano I e que estivera sob o comando de Aureliano, por algum tempo, no Egito, de cujo governo também contava com apoio. Reconhecido como titular pelo Senado romano, esteve envolvido em luta contra os góticos e durante uma trégua temporária resolveu voltar-se para resolver o problema da ocupação do trono imperial. Deslocou suas tropas para Tarso, onde seu exército se encontraria com as de Probo. Infelizmente para ele, uma grande epidemia grassou em seus soldados. Primeiramente eles soldados o defenderam, mas diante da doença que os levaria a uma iminente derrota, o assassinaram (276). Assim o Senado proclamou Probo como o novo imperador.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados