Colégio Web

Edmond Henri Fischer

Publicidade

Bioquímico americano nascido em Shanghai, China, professor da University of Washington, Seattle, WA, que ganhou com Edwin G. Krebs, seu colega de universidade, o Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia (1992), pelas pesquisas sobre proteínas que atuam no controle energético da célula. Estudou na State College e na University of Washington, Seattle, WA, na qual é professor e pesquisador fellow (1946-1990) e tornou-se membro de várias sociedades científicas e foi várias vezes premiado. Filho de um jornalista austríaco e mãe francesa, fundadores do Courrier de Chine, o primeiro jornal francês publicado na China, foi educado a partir dos sete anos de idade em La Châtaigneraie, um internato suíço próximo ao Lago de Genebra, juntamente com mais dois irmãos mais velhos.

Entrou para o Collège de Calvin (1935) onde obteve o Maturité Fédérale após quatro anos, onde adquiriu gosto por biologia, química e bioquímica. Durante a II Guerra fez cursos de química orgânica e inorgânica, obtendo duas licenciaturas, uma em química e outra em biologia (1940-1941). Dois anos depois obteve o diploma de engenheiro químico defendendo uma tese orientada pelo Prof. Kurt H. Meyer, chefe do Departamento de Química Orgânica da Universidade de Genebra. Viajou para os EEUU (1950) decidido a fazer pós doutorado em CalTech.

Depois de alguns seminários em Pasadena, Pittsburgh e Madison, foi orientado por Hans Neurath, Chairman do Department of Biochemistry da University of Washington, aa ir para Seattle, onde iniciou como Assistant Professorship, trabalhando com Ed Krebs em fosforilase glicogênica. Sua primeira esposa, a suíça Nelly Gagnaux, morreu (1961) deixando-lhe dois filhos, François e Henri. Além do Nobel recebeu várias outras condecorações na Europa e EEUU. Foi eleito para a American Academy of Arts and Sciences (1972) e para a National Academy of Sciences (1973).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados