Colégio Web

Edgar Varèse

Publicidade

Compositor francês nascido em Paris, importantíssimo e pioneiro das composições da música eletro-acústica. Estudou na Schola Cantorum (1903-1905) e no Paris Conservatoire (1905-1907), e mudou-se para Berlin, onde encontrou Strauss e Busoni. Retornou para Paris (1913) e dois anos depois emigrou para New York (1915). Durante estes anos europeus foi aluno de Vincent d’Indy, Albert Roussel e Charles Widor e foi incentivado por Romain Rolland e Claude Debussy.

Nos Estados Unidos fundou em Nova York (1921), a International Guild of Composers e, cinco anos depois, a Pan-American Association of Composers, entidades responsáveis pela apresentação de obras de compositores como Béla Bartók, Ravel, Webern e Poulenc. Com Amérique (1921), obra para sopros, cordas e percussão, rompeu com as influências do passado. Depois compôs, entre outras, Hyperprism (1923), Octandre (1923) e Arcana (1926).

Esteve por alguns anos em Paris (1928-1933), período em que compôs a percussão para orquestra, Ionisation (1931). Após o surgimento das fitas magnéticas (1950), concentrou-se na música eletrônica e compôs Déserts (1950-1954), primeira obra em que se combinam sons naturais e organizados do mundo industrial. Depois apresentou, na Exposição Universal de Bruxelas, seu Poème électronique (1958), que utilizava 425 alto-falantes. Morreu em Nova York.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados