Colégio Web

Alfred Nobel

Alfred Nobel (1833-1896) foi a pessoa responsável por criar o importante Premio Nobel. Confira mais detalhes da vida deste grande inventor sueco!

Publicidade

Alfred Nobel (1833-1896) foi a pessoa responsável por criar o importante Premio Nobel. Além disso, foi o inventor de diversos elementos como: dinamite, balistite – pólvora sem fumaça, de uso em morteiro – e outros objetos detonantes. Nascido na Suécia, na data de 21 de outubro, era químico por formação e industrial por experiência.

Filho de um agricultor humilde, que decidiu estudar engenharia militar. Ao concluir, recebeu um importante convite do governo da Rússia para desempenhar um trabalho no processo de construção de engenhos militares. Então, Alfred e seus irmãos Robert e Ludwig foram morar na Rússia. Daí a pouco, passaram a ser donos de jazidas de petróleo na cidade de Baku, ao sul do país. Os três irmãos receberam educação formal com auxílio de mestres particulares, na cidade de São Petersburgo. Aos 16 anos de idade, Alfred era formado em química e reconhecido por seu talento. Era poliglota, fluente em francês, alemão, inglês, russo e na própria língua sueca.

Mais tarde foi orientado a ir aos Estados Unidos, onde trabalharia por um período com um engenheiro sueco, de nome Johan Ericsson. Retornou com conhecimentos bem desenvolvidos acerca de técnicas para explorar petróleo. Entretanto, seu real sonho era o de fazer experimentos com substâncias explosivas, que eram desconhecidas, naquela época.

Ao retornarem ao país natal, Alfred e o pai constroem um laboratório de pesquisa e análise, em uma cidade perto da capital Estocolmo – Helenborg. Deram início, assim, às pesquisas com nitroglicerina e Alfred, após estudos dedicados, descobre como fazer para detonar o material. Infelizmente, uma explosão destruiu toda a área, tirando a vida de diversas pessoas, inclusive a de um dos irmãos de Alfred.

A partir disso, Alfred Nobel cai em desgraça e é reputado por todos como um cientista maluco. Mesmo assim, constrói fábricas tanto na Alemanha, quanto na Noruega. Diversos acidentes depois, no ano de 1866, Nobel consegue desenvolver um modo de manipular a nitroglicerina de modo mais seguro – através da mistura com material inerte e bem absorvente, pois assim só explodiria com o auxílio de um detonador. A esse invento, Nobel denominou dinamite.

O produto de seu trabalho fez com que seu nome voltasse a ser respeitado e muitas das suas fábricas se espalharam por diversos países. No ano de 1875, já detinha diversos centros de produção tanto nos Estados Unidos quanto na Europa.

Com o passar do tempo, ao perceber que sua genialidade e inventos fariam muito sucesso com o setor militar, seu emocional fica totalmente abalado. A partir de então, passa a fazer uso de sua fortuna com a finalidade de ajudar organizações de paz.

Alfred Berhard Nobel

Falece na Itália, no dia 10 de dezembro de 1896, mas, bem no momento antes à morte, ainda deixou registrado em testamento, seu grande desejo para que seus bens fossem enviados para uma fundação que concedesse uma premiação todos os anos a 5 pessoas que tivessem destaques nas seguintes áreas:

  • Física;
  • Química;
  • Medicina e fisiologia;
  • Literatura;
  • E, sobretudo, a uma pessoa, ou grupo de pessoas, que contribuíssem de modo destacado para a promoção da paz entre os seres humanos. A esses seria dado o prestigiado Prêmio Nobel da Paz.

A Fundação Nobel foi criada na data de 29 de junho de 1900 e, dois anos depois, começa a distribuir quatro dos cinco prêmios definidos por Alfred. Tais honrarias são entregues pelo próprio Rei da Suécia. Já o Nobel da Paz, especificamente, tem sua entrega em uma sessão à parte, na cidade de Oslo, capital da Noruega.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados