Colégio Web

Aspectos Gerais do Arcadismo

Publicidade

Arcadismo (1768 – 1836)

1. ASPECTOS GERAIS DO ARCADISMO

a) Duração no Brasil: 1768 a 1836 (século XVIII).

b) Livro inaugurador: Obras Poéticas (poesias), de Cláudio Manuel da Costa.

c) Outros nomes para o movimento:

1. Arcadismo ou Neoclassicismo – São as denominações comuns para o movimento onde quer que ele tenha existido.

2. Arcádia Mineira ou Movimento Mineiro – Em homenagem ao local em que o movimento nasceu e desenvolveu-se: Minas Gerais, especialmente em Vila Rica, atual Ouro Preto.

3. Setecentismo – Denominação no Brasil, em seqüência ao Quinhentismo e ao Seiscentismo (Barroco).

d) O movimento arcádico é um retorno ao equilíbrio e à simplicidade do Classicismo, movimento que não existiu no Brasil, mas que fez sucesso em Portugal.

e) Imitando a literatura clássica, o Arcadismo mantém postura de oposição ao Barroco. É contra os exageros verbais, as sutilezas da construção, o uso abusivo das figuras de linguagem. Tudo isso na teoria, porque, na prática, os autores brasileiros ainda escrevem fazendo largo uso da antítese e do hibérpato – figuras tipicamente barrocas.

f) O Arcadismo propõe, pois, uma literatura compromissada com a simplicidade. Nesse sentido, os escritores valorizam quatro palavras: clareza, razão, verdade e natureza.

g) A própria sociedade da época substitui a fé e a religião pela razão e pela ciência. Daí a denominação de Século das Luzes para o período em que o Arcadismo predominou.

2. ASPECTOS HISTÓRICO-CULTURAIS

a) O berço das idéias novas, quer na literatura quer no campo científico, é a França.

b) Surgem a Física de Newton, a Química de Lavousier, a Biologia de Bueton e de Lineu, a Psicologia de Locke.

c) Faz-se, pela primeira vez, o emprego da energia a vapor na indústria têxtil inglesa.

d) O Iluminismo e o Enciclopedismo são os movimentos filosóficos franceses que desencadearam as idéias de igualdade entre os homens. O resultado final foi a Revolução Francesa.

3. INFLUÊNCIAS DO ILUMINISMO EM PORTUGAL

a) O século XVIII representou para Portugal um período de evolução e de prosperidade no campo material e cultural. O ouro do Brasil marcou o crescimento econômico, e a absorção dos ideais do Iluminismo fez avultar a importância cultural.

b) A figura dominante do período é o Marquês de Pombal, ministro de D. José I (1750 – 1777). Modelo de déspota esclarecido, impõe transformações significantes nos setores administrativo e educacional.

c) Marquês de Pombal expulsou os jesuítas do Brasil e retirou a educação da alçada religiosa, estimulando a divulgação das idéias científicas e fundando as primeiras escolas públicas.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados