Colégio Web

Evolução do Arcadismo luso

Publicidade

2. Evolução do Arcadismo luso

A Arcádia Lusitana e a Nova Arcádia – O Filintismo e o Elmanismo

Cronologia

Por causa da Arcádia Lusitana em 1756, começa uma nova fase literária em termos de criação e uma nova fase no setor doutrinário. A rebeldia do barroco e a tentativa de restabelecer a simplicidade da arte renascentista e antiga, fazem parte de um contexto onde as discussões literárias concordam com as discussões e reformas no geral. Junto à Arcádia Lusitânia outros poetas também estavam interligados como: Antonio Dizis da Cruz e Silva; um dos fundadores da Arcádia: Pedro Antônio Correia Garção, e um doutrinador do movimento: Filinto Elísio. 

Nasceu em 1790 a Academia das Belas-letras que um tempo depois foi chamada de Nova Arcádia. Foram então publicadas algumas obras poéticas tendo como título: Almanaque das Musas em que seus maiores participadores foram: Domingos Caldas Barbosa (1740-1800); Padre Agostinho de Macedo (poeta satírico). O filintismo (de filinto Elísio) que representa rigores mais formais na poesia neoclássica e o elmanismo individualismo que aproxima da corrente pré-romantica (de Elmano Sadino, pseudônimo de Bocage).

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados