Colégio Web

Relatividade do Cotidiano

Publicidade

Na construção de frases, respeitando as regras gramaticais, surgem por vezes conceitos que não têm qualquer sentido como por exemplo : "esta água é triangular". Existem no entanto outras situações que nos parecem à primeira vista evidentes e com sentido, mas se analisadas com mais rigor deparamos com alguma insensatez.
São exemplo desses casos as expressões : "esquerda e direita", "dia e noite", "em cima e em baixo", "maior e menor", etc.

Esquerda e Direita 

Olhando para a imagem surge de imediato uma pergunta.
De que lado está a árvore?
Do lado direito ou do lado esquerdo do caminho?
A resposta a estas questões depende do sentido que utilizarmos ao longo do caminho, isto é, de A para B ( árvore à direita do caminho ) ou de B para A ( árvore à esquerda do caminho ).
Deste modo, os conceitos de esquerda e direita são relativos e só têm significado depois de se ter definido o sentido do nosso movimento.
Falar da margem direita de um rio tem significado, porque a corrente define o seu sentido.

Dia e Noite 

Neste instante é dia ou noite?
A resposta a esta pergunta depende do local geográfico a que nos referimos, ou seja, o conceito de dia e noite depende do local em que nos encontramos.
À medida que a Terra roda, a sua posição relativamente ao Sol muda. Existem, portanto, lugares que estão ser iluminados pelo Sol e outros que estão na sombra, isto é, é dia para alguns habitantes e noite para outros. Por exemplo, enquanto em Portugal começa a amanhecer na Nova Zelândia começa a anoitecer. ( Portugal está no hemisfério Norte e a Nova Zelândia está no hemisfério Sul, mas é o país que se encontra oposto ao nosso, embora noutro hemisfério ).

Em Cima e Em Baixo 

Está em cima ou estou em baixo?
A resposta a esta pergunta depende do ponto ou objecto que se tome por referência. Os pilotos de rally estão em cima do carro mas o carro está em cima da Terra. Pode-se também dizer que o carro está por baixo dos pilotos. Trata-se obviamente de um conceito relativo, ou seja, é necessário definir a nossa referência ou a Terra ( quando o carro está em cima ) ou os pilotos ( quando o carro está em baixo ).
Do mesmo modo podemos dizer que habitantes da Nova Zelândia, em relação aos habitantes de Portugal, andam de cabeça para baixo e, por sua vez eles dirão o mesmo de nós. A direcção vertical depende, no caso anterior do ponto da superfície terrestre que se considere.

Maior ou Menor 
Quem é maior, o apicultor ou a casa?
A resposta a esta pergunta está no ligada ao ponto de observação, ou seja, se o nosso ponto de observação for junto ao apicultor então este parecer-nos-á muito maior que a casa, se o ponto de obervação for junto à casa então a casa será maior e o apicultor menor.
Se o ponto de observação for deslocado uma pequena distância, também as dimensões dos objectos observados a partir desse ponto se alterarão um pouco.

Postulados Da Teoria Da Relatividade
Primeiro Postulado: Todos os processos da Natureza decorrem igualmente em todos os sistemas inerciais de referência. 

O primeiro postulado afirma que as leis físicas são independentes ( invariantes ) em relação à escolha do sistema referencial: as equações que exprimem essas leis possuem a mesma forma em todos os sistemas de referência inerciais. Por conseguinte, baseando-se nas experiências físicas, sejam quais forem, realizadas num sistema isolado, é impossível dizer se o sistema está em repouso ou se move com movimento rectilíneo uniforme ( relativamente a um sistema de referência inercial qualquer ). Em física todos os sistemas de referência inerciais são equivalentes. 

Segundo Postulado: A velocidade da luz no vácuo é igual para todos os sistemas de referência inerciais. Não depende nem da velocidade do emissor, nem da velocidade do receptor da luz.
 
Quer isto dizer que a velocidade da luz no vácuo é a velocidade máxima possível de transmissão de interacção na Natureza. O valor da velocidade da luz no vácuo "c" é de 300.000.000 m/s.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados