Colégio Web

As viagens maritimas portuguesas

Publicidade

Os portugueses na busca da terra das especiarias 

Foi de Portugal que muitos anos atrás, em 8 de março de 1500, partiu uma grande expedição de navegadores. Eram 13 navios: 10 naus e 3 caravelas que transportavam perto de 1200 homens.
A expedição era comandada por Pedro Álvares Cabral e o objetivo era alcançar as Índias, para comercializar mercadorias e levar a religião católica para outros povos. De lá eles trariam as valiosas especiarias, como a pimenta-malagueta, a cravo e a canela. As especiarias eram muito utilizadas na época para conservar e dar mais sabor aos alimentos.


Frota de Pedro Álvares Cabral

A viagem

Os portugueses iniciaram as grandes marítimas pelo oceano Atlântico.
Essa viagem foi muito lenta, levou 44 dias para chegar ao Brasil. Hoje, um cruzeiro marítimo não leva mais que 15 dias.
Uma doença chamada escoburto era a maior ameaça para os marinheiros. As gengivas adormeciam e a parte doente tinha de ser cortada. 
Essa doença era provocada pela falta de vitamina C, presente nas frutas e verduras.

A expedição de Cabral chega ao Brasil

Como já dizemos anteriormente, o plano da expedição de Cabral era chegar à Índia. Mas a frota se desviou do caminho e atravessou o oceano.
No dia 22 de abril de 1500, os navegadores avistaram uma elevação que chamaram de Monte Pascoal, hoje no atual estado da Bahia. 
A viagem e a chegada ao Brasil foram relatadas por Pedro Vaz Caminha. Ele era o escrivão encarregado de anotar os acontecimentos da viagem.

Os primeiros habitantes do Brasil

Quando os portugueses chegaram, havia aqui diferentes povos indígenas, aproximadamente seis milhões de índios, que falavam mais de mil línguas diferentes.
Na costa brasileira, no trecho que se estende do litoral do Pará ao litoral do estado de São Paulo, viviam os tupis.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados