Colégio Web

O rio e a paisagem

Publicidade

Um rio segue cursos de água e corre, naturalmente, de uma área mais elevada para outra mais baixa do relevo. Um rio geralmente desagua em outros rios, lagos ou mar. O curso de água vai se formando a partir das chuvas. Essas águas são absorvidas pelo solo e depois atingem áreas com relativa impermeabilidade do subsolo. Ali, acumuladas, constituem o que chamamos de lençóis freáticos.

Quando os lençóis freáticos afloram na superfície, algumas nascentes de rios acabam sendo formadas. Mas também é possível que um rio seja formado de outra maneira: como a partir de degelos em espaços montanhosos ou mesmo a partir da água de um lago.

Cada rio apresenta características diferenciadas. Eles podem ser perenes, aqueles que nunca secam.  Enfrentará o ano inteiro, mesmo com a severa seca. Mas também há o rio temporário ou intermitente, aquele que seca num determinado período do ano. Essa seca ocorre,  na maioria das vezes, ao longo das secas ou estiagens.

Cataratas

Já imaginou tomar um banho refrescante numa ducha natural de águas bem cristalinas? Um banho de cachoeira é assim.

Mas existem algumas nas quais não podemos tomar banho, pois de tão grandes elas esmagariam quem entrasse debaixo delas. Essas grandes quedas-d’águas são chamadas cataratas. As quedas do rio Iguaçu, no estado do Paraná, formam 21 cachoeiras, uma ao lado da outra. Cada cachoeira tem a altura de um prédio de 20 andares.

Algumas passarelas foram construídas bem próximas das quedas-d’água para que as pessoas apreciem de perto as belas cataratas.

 

 

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados