Colégio Web

Tudo sobre o ProUni

Para se inscrever é necessário ter feito o Enem no ano anterior e atender alguns critérios socioeconômicos.

Publicidade

O Programa Universidade para Todos (ProUni) é uma iniciativa do Governo de concessão de bolsas, que disponibiliza cursos de graduação e formação específica para alunos carentes ao ensino superior. As universidades participantes são privadas e recebem isenção de tributos.

A Lei nº 11.096/2005 que define o ProUni foi criada em 2004 e ajudou a divulgar o Enem aos estudantes de baixa renda que não têm condição de pagar uma faculdade particular.

Os interessados concorrem a dois tipos de bolsas:

  • Integral: para estudantes com renda familiar de até um salário mínimo, por pessoa.
  • Parcial: para estudantes com renda familiar de três salários mínimos, por pessoa.

O programa acontece duas vezes por ano, uma no primeiro e outra no segundo semestre e para fazer parte é imprescindível que o candidato tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano anterior e obtido nota mínima de 400 pontos na média das cinco notas do exame e pelo menos nota mínima na redação, o candidato deve ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou, em caso de escola particular, na condição de bolsista integral.

Para ter direito a bolsa do ProUni, o candidato precisa atingir a nota mínima no Enem e atender a uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o Ensino Médio completo em escola pública ou parte dele em escola particular com bolsa integral;
  • Ter renda se até três salários mínimos, por pessoa;
  • Ser portador de deficiência física;
  • Ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício, integrando o quadro permanente da instituição e concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.

Na maioria dos casos, o estudante não precisa realizar o vestibular da instituição em que pretende estudar, já que a nota do Enem é levada em consideração. Se a faculdade desejar aplicar uma prova específica de seleção, não deverá cobrar taxas.

Durante a inscrição no ProUni, o pretendente pode verificar se a universidade para a qual quer se inscrever aplica o exame de seleção.

As bolsas tem validade para todo o curso, mas para continuar como beneficiário, o estudante precisa ser aprovado, no mínimo, em 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo.

Ficou interessado? Saiba como se inscrever:

^

A única forma de inscrição é através da página eletrônica do ProUni, pela internet. O pretendente deve escolher a quantidade de cursos disponibilizada pelo sistema, a universidade (entre as disponíveis), o turno desejado e o tipo de bolsa.

Para conseguir se cadastrar é obrigatório informar alguns dados como: CPF, número de inscrição do Enem 2011 e a senha. Caso o concorrente esteja cadastrado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), deverá usar a mesma senha utilizada no programa.

A ficha do candidato poderá ser alterada enquanto as inscrições estiverem vigentes. Desta forma, se precisar modificar qualquer dado ou opções de cursos, o sistema permitirá.

Matrícula: Caso o estudante seja pré-selecionado pelo ProUni, é preciso apresentar os documentos mencionados na ficha de inscrição, na secretaria da instituição qual tenha sido aprovado.

Após comprovação dos dados e análise de todas as informações, o candidato assina o contrato e passa a fazer parte do programa de bolsa.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados