Colégio Web

Conjugação de um verbo com os pronomes oblíquos o, a, os, as

Publicidade

XVI. Conjugação de um verbo com os pronomes oblíquos o, a, os, as.

– Se o verbo terminar em vogal é associado com os pronomes enclíticos: o, a, os, as, sem ocorrer nenhuma alteração. Exemplo: defendei-a.

– Se o verbo terminar em consoante: r, s, ou z, estas são excluídas dando lugar para: lo, la, los, las. Exemplo: fez = fê-los.

– Se a última sílaba do verbo for nasal – am, em, ão, õe, – os pronomes serão substituídos por, na, no, nas, nos. Exemplo: abrem-nos, vão-nos.

– Quando o verbo está conjugado no futuro do indicativo, eles jamais poderão ser precedidos de um pronome.

Coloquei-o (errado), o correto seria o venderei ou vendê-lo-ei.

Veja alguns exemplos:

Indicativo presente: faço-o; 

• Imperfeito: fazia-o. 

Perfeito: fi-lo. 

Futuro do presente: fá-lo-ei. 

Futuro do pretérito: fá-lo-ia. 

Imperativo afirmativo: faze-o. 

Imperativo negativo: não o faças. 

Subjuntivo do presente: que o faça. 

Imperfeito: se o fisesse 

Futuro: se o fizer. 

Infinitivo pessoal: fazê-lo 

Infinitivo impessoal: fazê-lo 

gerúndio: fazendo-o.

Recomendados para você

Comentários

+ Artigos relacionados