Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Química » Propriedades coligativas » Pressão máxima de vapor
01/06/2012 10:26

Pressão máxima de vapor

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

4. Pressão máxima de vapor

Imagine um cilindro fechado contendo um líquido, com um espaço vazio acima da altura do líquido, e um manômetro. Com o nível de mercúrio dos dois ramos na mesma altura (figura a). 

Primeiramente, as moléculas do líquido se deslocam para o espaço vazio do cilindro, formando a fase gasosa. A pressão exercida pelo vapor do líquido é medida pelo manômetro. Notamos que o nível do mercúrio sobe até certo ponto onde estaciona (figura b). A pressão exercida pelo vapor do líquido é medida pelo desnível h ente os dois níveis de mercúrio.

A pressão máxima de vapor é definida como a pressão exercida pelo vapor em equilíbrio.

Até que a velocidade de vaporização atinja o equilíbrio, ela é maior que a velocidade de condensação. Conforme a quantidade de vapor aumenta, a pressão do vapor também aumenta. A partir do momento em que o equilíbrio é alcançado, a concentração de moléculas na fase de vapor torna-se constante e a pressão não aumenta mais, ou seja, o seu valor máximo é atingido. 

Como a superfície do líquido e a temperatura não se alteram, a velocidade de vaporização é constante.

A velocidade de condensação torna-se igual à velocidade de vaporização no equilíbrio, ou seja, o número de moléculas que abandonam o líquido se iguala ao número de moléculas que voltam para o líquido. 

A pressão máxima do vapor também pode ser chamada de pressão de vapor ou pressão de vapor de equilíbrio. Tal pressão é aquela que é exercida pelo vapor em equilíbrio com o seu líquido. 

Quando o vapor está em equilíbrio com o seu líquido, ele é denominado vapor saturante.


Recomendados para você

Comentários