Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » Química » Estrutura do átomo » Princípio da Exclusão de Pauli
01/06/2012 10:22

Princípio da Exclusão de Pauli

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

14. O princípio da Exclusão de Pauli


Físico austríaco nascido em Viena, (1900 – 1958)

Como vimos anteriormente o orbital é considerada a região do espaço, onde cada elétron passa a maior parte do tempo, ou seja, ele é considerado a “casa” do elétron. 

O Princípio da Exclusão de Pauli, diz que acima de 2 elétrons não podem ficar em um orbital, se eles estiverem em spins contrários. 

Logo o Princípio de Pauli explica: 

Subnível s é considerado a região que “abriga” 2 elétrons, ou seja, cada subnível s é considerado um orbital s. Portanto a camada K é um orbital.
Subnível p é considerado a região que “abriga” no máximo 6 elétrons, logo o subnível p é composto por 3 orbitais, que são representados por px, py e pz.
Subnível d é composto por 5 orbitais, logo comporta até 10 elétrons.
Subnível f é composto por 7 orbitais, logo comporta até 14 elétrons. 

Para exemplificar, vamos simbolizar o orbital da seguinte forma, Vejamos: 

- Orbital possuindo apenas um elétron incompleto

- Orbital possuindo apenas um elétron contrário ao anterior.

- Orbital possuindo 2 elétron, cheios e completos, de spin contrários.

- Simbologia dos subníveis e orbital. 


Receba conteúdo de
CATEGORIA e aprenda por SMS:

Custo de R$ 0,31 + impostos por mensagem, até 30 mensagens por mês. Para cancelar envie COLEGIO CATEGORIA SAIR para 49810

Digite seu número:

Comente!