Digite o que você quer buscar:  
01/06/2012 10:27

Eletrólise ígnea

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

3. Eletrolise ígnea

É o tipo de eletrólise que ocorre com o material fundido, sem água.

Observações:

Na eletrólise, o cátodo é o pólo negativo e o ânodo é pólo positivo, sendo que tanto na pilha como na eletrólise no cátodo ocorre redução e no ânodo ocorre oxidação.
Chamamos de célula eletrolítica o aparelho que realiza a eletrólise.

Exemplo:

Eletrólise ígnea do NaCl

Numa temperatura elevada de 801°C, o NaCl dissocia-se:

Os íons ganham liberdades graças á fusão. Atravessando corrente elétrica contínua pela célula eletrolítica, ocorre:

• Semi-reação da redução

O cátodo (pólo negativo) atrai os cátions Na+ que recebem elétrons, causando a sua descarga.
Origina-se o sódio metálico, Na(m). 

• Semi-reação de oxidação

O ânodo (pólo positivo) atrai os ânions Cl- que perdem elétrons, causando a sua descarga.
Origina-se o gás cloro, Cl2(g). 

• Equação Global

Ao somar a equação de dissociação com as duas semi-equações de redução e oxidação, temos: 

O processo de eletrólise ígnea obtém metais alcalinos, alcalinoterrosos e alumínios, pois esses são cátions que não descarregam em solução aquosa.





Você também vai querer ler...

Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.