Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » História » Revolução Francesa e Era Napoleônica » Significado da Revolução Francesa
01/06/2012 10:03

Significado da Revolução Francesa

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

1. Significado da Revolução Francesa


Tomada da Bastilha

A Revolução Francesa, iniciada em 1789, foi um exemplo clássico de revolução burguesa. Embora tivesse tido a participação de outras camadas socais, como os camponeses e as massa urbanas miseráveis, ela foi essencialmente conduzida pela burguesia para realizar suas aspirações.

Aniquilando o absolutismo, a política mercantilista, os resquícios do feudalismo ainda existentes na França e o poder do clero e da nobreza, a Revolução Francesa pôs fim ao Antigo Regime.

As idéias dos revolucionários franceses de "liberdade, igualdade e fraternidade" alastraram-se e influenciaram profundamente outras revoluções européias e os movimentos de libertação da América Latina.

Fatores

Durante o século XVII a Europa teve um aumento considerável da sua população, conseqüentemente aumentando o consumo de produtos e o número de produtores. Novos métodos de cultivo de terra foram criados no campo, e novos produtos que permitem a engorda dos animais. Com a Revolução Industrial houve um aumento dos produtos industriais com preços baixos, fazendo aumentar o consumo.

Com todo esse desenvolvimento econômico a burguesia conquistou o poder, desejando também o poder político que era monopolizado exclusivamente pela nobreza. Já os camponeses que possuíam terras queriam se livrar das obrigações feudais.

Em 1770 começaram surgir crises sucessivas pela escassez de produtos agrícolas e pelos altos preços.

A partir desses problemas sociais, os filósofos aplicam as suas críticas, influenciando soluções drásticas, como Rousseau que prega a soberania política do povo.

Na França, tais fatores eram mais intensos, isso explica a gravidade da Revolução no país. Além disso, com a participação da França na Revolução Americana, os problemas financeiros do país se agravaram.

Outros fatores contribuíram para tornar essa crise mais violenta, tais como o acordo firmado em 1786 que abriu o comércio francês aos ingleses, que levou à quebra de várias indústrias devido à concorrência.


Luís XVI - Governador da França durante o surgimento da Revolução Francesa.





Você também vai querer ler...

Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.