Digite o que você quer buscar:  
Home » Trabalhos Escolares » História » Egito Antigo » A sociedade egípcia
01/06/2012 10:02

A sociedade egípcia

Aumentar fontes para melhor leitura Diminuir fontes para melhor leitura

A sociedade egípcia

 
A disputa pela posse das terras cultiváveis levou o enfrentamento dos camponeses com os proprietários das terras, assinalando uma desigualdade social. Os camponeses assumiam a posição de possuidores de força de trabalho e os proprietários se apoderavam das terras e suplicavam pela proteção dos deuses e sacerdotes. 

Na pirâmide que apresenta a hierarquização da sociedade egípcia antiga, o topo é ocupado pela família do faraó, pois como ele era considerado um deus encarnado era privilegiado com regalias excepcionais. 

A posição ocupada pelos sacerdotais também era de grande importância, assim como a nobreza que detinha em seu poder as terras e o trabalho dos camponeses. No decorrer do Médio Império, o comércio e o artesanato evoluíram consideravelmente dando origem a uma nova classe média ativa, que foi capaz de conquistar uma posição considerável na sociedade e exercer influência sobre o governo. 

Os burocratas ocupavam uma posição de destaque na administração, especialmente em relação ao recolhimento da produção dos camponeses. A hierarquia dos escribas estava relacionada com a confiança que os faraós e a nobreza tinham sobre eles. 

Os artesãos e camponeses ocupavam a posição inferior, que era inspecionada por funcionários especiais. 


Hierarquização da sociedade egípcia antiga





Você também vai querer ler...

Comente!

Que tal ajudar?

Ajudamos milhões de estudantes todos os meses, levando conteúdo educacional, de graça. Faça uma doação e ajude a manter o projeto. Clique no botão ao lado.